Premier League

Manchester City goleou impiedosamente o Leeds por 7 x 0 e garantiu mais uma rodada na liderança

Desde os primeiros minutos da partida, os líderes tiveram imensa facilidade para furar uma das três piores defesas do Campeonato Inglês

O Manchester City garantiu pelo menos mais uma rodada na liderança do Campeonato Inglês ao golear o Leeds de maneira impiedosa e imensamente tranquila, por 7 a 0, nesta terça-feira, no estádio Etihad. Abriu quatro pontos para o Liverpool, que enfrentará o vice-lanterna Newcastle na quinta-feira.

Enquanto o atual campeão inglês chegou à sua sétima vitória consecutiva pela Premier League, o Leeds segue em um começo de temporada muito complicado, perto da zona de rebaixamento e agora com apenas três jogos ganhos em 17 disputados – e 32 gols sofridos, entre as três piores defesas do campeonato.

O time de Marcelo Bielsa tem sido prejudicado por desfalques, sem Kalvin Phillips, Rodrigo e Liam Cooper para enfrentar o Manchester City, mas os jogadores que estavam em campo poderiam ter feito um trabalho melhor, principalmente na defesa, vazada com muita facilidade pelos passes apurados dos donos da casa.

Foi como se o City tivesse construído uma muralha entre o meio-campo e a sua intermediária ofensiva. O Leeds tentou sair jogando, mas teve sérios problemas para passar pela pressão do adversário que, quando recuperava a bola, praticamente conseguiu fazer o que queria com ela.

Como aos seis minutos, quando Foden recebeu na entrada da área, após um erro na saída de bola do Leeds, e rolou para Bernardo Silva chegar batendo de perna direita, na cara do gol. O português pegou mal e mandou para fora, mas foi o primeiro lance que indicou os furos na defesa visitante.

Logo no minuto seguinte, Foden recebeu no círculo central e tocou para Rodri. O volante ganhou de Luke Ayling na dividida, Illan Meslier saiu do gol, mas a bola voltou para Foden. Stuart Dallas tentou cortar em cima da linha, furou, e o placar foi aberto. Aos 12, Mahrez pegou a sobra de um escanteio pela direita e encontrou Jack Grealish para o cabeceio: 2 a 0.

O único momento em que houve a possibilidade de o Leeds entrar na partida foi aos 29 minutos, quando Zinchenko aparentemente tocou a bola com a mão dentro da área. Reclamou de falta de Ayling, que vinha na dividida. O árbitro não marcou nada após checagem do assistente de vídeo, e Rodri encontrou de Bruyne com um passe rasteiro para o terceiro gol, aos 31.

No começo do segundo tempo, Mahrez contou com um desvio de Júnior Firpo para começar a goleada. Após apenas uma finalização na etapa inicial, o Leeds finalmente se soltou um pouco mais e levou certo perigo ao gol de Ederson, um pouco tarde demais para fazer qualquer diferença. A grande chance foi uma batida de fora da área de Dallas, após Zinchenko afastar mal.

E aí, de repente, a goleada foi se ampliando. Foden teve um gol anulado e, logo em seguida, Kevin de Bruyne soltou uma bomba maravilhosa de fora da área para marcar o quinto. O sexto saiu em um lance bastante emblemático em que o City teve liberdade para finalizar três vezes em sequência dentro da área do Leeds, primeiro com Aymeric Laporte, depois duas vezes com John Stones, autor do gol. Nathan Aké, de cabeça, deu números finais ao placar.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo