Premier League

Manchester City terá desfalques importantíssimos contra o Arsenal

Data Fifa se tornou algoz do Manchester City, que perdeu dois jogadores de defesa importantes para a 'final antecipada' diante do Arsenal

Neste domingo (31), a partir de 12h30 (horário de Brasília), Manchester City x Arsenal medem forças no Etihad Stadium, em jogo válido pela 29ª rodada da Premier League. A partida é encarada pelas duas equipes como uma final antecipada, já que coloca frente a frente líder (Arsenal) e terceiro colocado (City). E justamente em um dos embates mais importantes da atual temporada, Pep Guardiola, técnico dos Citizens, não poderá contar com dois de seus principais jogadores de defesa.

John Stones e Kyle Walker, ambos entregues ao departamento médico do clube, estão fora do duelo contra o Arsenal. Guardiola confirmou a informação em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira (29) e lamentou as ausências.

O que houve com Walker e Stones?

  • Certamente o Manchester City foi um dos clubes mais prejudicados pela Data Fifa de março. Afinal, o suíço Akanji e os britânicos Walker e Stones retornaram da pausa internacional lesionados e viraram grandes dúvidas para o retorno dos Citizens à Premier League;
  • Walker, que foi substituído durante o amistoso contra o Brasil, teve lesão no tendão da coxa confirmada. Já Stones lida com um problema no tornozelo. Até o momento, o City não divulgou o prazo de retorno dos dois jogadores;
  • Por outro lado, Guardiola garantiu que Akanji estará 100% para enfrentar o Arsenal. Desse modo, a tendência é que o suíço faça dupla de zaga com o croata Gvardiol.

O que Guardiola disse?

“Ederson está melhorando dia após dia e Akanji estará 100% disponível para enfrentar o Arsenal. Por outro lado, Stones e Walker estão fora”, pontuou antes de comentar sobre Kevin De Bruyne:

“Kevin (De Bruyne) é um jogador muito importante. Foi uma temporada difícil para ele. Lesões e estando ausente por muito tempo. Ele treinou muito bem ontem (quinta-feira), então veremos o que faremos nos próximos dias”.

John Stones sofreu com lesões ao longo da temporada, e entrou em campo somente 22 vezes. O zagueiro atuou 90 minutos diante da Seleção brasileira, e três dias depois acabou escalado novamente contra a Bélgica. Gareth Southgate, técnico da Inglaterra, foi criticado pela imprensa local por não dar descanso ao defensor. Quando questionado sobre tal tema, Guardiola se recusou a entrar em polêmica.

“Não tenho nenhum comentário sobre isso -, afirmou.

Quantos pontos separam Arsenal e Manchester City na tabela?

Na liga nacional mais badalada do mundo, desenha-se no momento uma briga tripla pelo título até o fim do certame. Arsenal, Liverpool e Manchester City disputam ponto a ponto a taça da Premier League.

Neste momento, a liderança é dos Gunners, com 64 pontos, à frente dos Reds apenas pelo critério de desempate. Logo atrás, com 63, estão os Citizens, que lutam pelo inédito tetracampeonato consecutivo, algo até então nunca visto no futebol inglês.

Sobre o Manchester City, vale destacar ainda os outros títulos que o clube mira na atual temporada. Além do tetra da Premier League, Guardiola e companhia querem também a Champions League e a Copa da Inglaterra. No torneio continental, os Citizens fizeram a melhor campanha da fase de grupos, eliminaram o Copenhague nas oitavas de final e agora enfrentam o poderoso Real Madrid, maior campeão europeu. Já no mata-mata nacional, o time de Manchester garantiu recentemente vaga na semifinal. O adversário será um velho conhecido: o Chelsea.

Próximos jogos do Manchester City

  • Manchester City x Arsenal – Premier League – 31/03
  • Manchester City x Aston Villa – Premier League – 03/04
  • Crystal Palace x Manchester City – Premier League – 06/04
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo