Premier League

Lingard e Iheanacho confirmaram fases iluminadas na vitória do West Ham sobre o Leicester

Ambos marcaram dois gols na vitória dos londrinos por 3 a 2

Jesse Lingard e Iheanacho, provavelmente os jogadores em melhor momento que não atuam nos clubes mais badalados da Premier League, travaram um duelo individual neste domingo no confronto direto entre os dois intrusos, entre aspas, no G4 do Campeonato Inglês. O West Ham, superior durante quase toda a partida, venceu o Leicester por 3 a 2 e parece cada vez mais confortável na zona de classificação à próxima Champions League.

A campanha dos Hammers é fantástica não apenas pela pontuação, mas porque continua produzindo grandes resultados, apesar dos problemas. David Moyes está sem Michail Antonio e Declan Rice, dois dos seus principais jogadores, e ainda conseguiu uma atuação dominante contra o Leicester, embora seja um pouco preocupante que, pela segunda vez consecutiva, quase deixou escapar a vitória após abrir 3 a 0.

De qualquer maneira, o Leicester também tem os seus problemas. Jamie Vardy marcou apenas uma vez desde meados de dezembro e Brendan Rodgers decidiu não relacionar James Maddison, Ayoze Pérez e Hamza Choudhury por violações aos protocolos contra a Covid-19. Com duas vitórias em seis rodadas, as Raposas começam a ver os seus perseguidores no retrovisor e temem perder uma vaga na Champions League que parecia certa pela segunda vez consecutiva.

O Leicester ainda é terceiro colocado, mas agora tem apenas um ponto a mais do que o West Ham, em quarto. O Chelsea aparece na sequência, com 54 pontos, seguido pelo Liverpool com 52 – o Everton pode chegar a 53 caso vença os dois jogos a menos que tem em mãos.

Iheanacho teve a primeira chance do jogo, mas a hora seguinte de futebol no Estádio Olímpico de Londres foi dominada pelo West Ham. Especialmente por Jesse Lingard, que parece um jogador completamente diferente desde que foi emprestado pelo Manchester United em janeiro.

Aos 29 minutos, Arthur Musuaku fez bela jogada pela esquerda e cruzou para a outra ponta. Vladimir Coufal recolheu e cruzou com consciência para a entrada da área. Lingard chegou batendo de primera e, com curva, anotou um belo gol. Antes do intervalo, Issa Diop soltou Jarred Bowen em contra-ataque. Schmeichel saiu do gol para tentar abafar, mas o ponta apenas rolou para Lingard seu oitavo gol em nove rodadas da Premier League com a camisa dos Hammers.

No começo da etapa final, Musuaku encontrou Lingard, que soltou para Soucek. Domínio e passe para Bowen que também ajeitou a bola antes de tocar na saída de Schmeichel e abrir 3 a 0. O quarto gol chegou a sair, mas a cabeçada de Diop foi anulada por impedimento, e de repente o Leicester se sentiu esperançoso e foi impulsionado a esboçar uma reação por Iheanacho.

O nigeriano tem tentado compensar os gols que Vardy não está mais fazendo. Aos 25 minutos, Ricardo Pereira desarmou Masuaku na intermediária, e a sobra ficou com Iheanacho. Da entrada da área, sem chances para Fabianski. Após abrir 3 a 0 contra o Wolverhampton e levar 3 a 2, ainda com mais 20 minutos de bola rolando, o West Ham precisou ficar atento para que o filme não se repetisse. Ricardo Pereira perdeu uma boa chance, cara a cara com Fabianski, e Iheanacho descontou novamente apenas nos acréscimos, após cruzamento de Albrighton.

Foi o sétimo gol de Iheanacho nas últimas cinco rodadas da Premier League.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo