Premier League

Liderado por Mahrez, City se reergueu rapidamente após derrota no clássico e venceu o Southampton

O Manchester City não deixou que a derrota no clássico para o Manchester United tirasse a sua ótima temporada dos trilhos e já voltou a vencer, nesta quarta-feira. Liderado por Riyad Mahrez, o líder da Premier League puniu os erros do Southampton e ganhou confortavelmente por 5 a 2, no Etihad Stadium.

O placar foi confortável, e praticamente não houve jogo nos 30 minutos finais, mas a partida estava relativamente equilibrada até o fim do primeiro tempo, quando Mahrez fez o primeiro dos seus dois gols e emendou uma linda jogada individual para mandar os donos da casa aos vestiários com vantagem por 3 a 1 no placar.

Aos 15 minutos, O Manchester City ainda não havia atacado quando, todo posicionado no campo ofensivo, teve um brilhante lançamento de Rúben Dias, da direita para a esquerda, para encontrar Zinchenko com liberdade. Ele cruzou rasteiro para a chegada de Phil Foden. Alex McCarthy fez a defesa, mas o rebote sobrou para Kevin De Bruyne abrir o placar.

Dez minutos depois, porém, Vestegaard exigiu defesa de Ederson em cobrança de escanteio e, ao tentar pegar o rebote, foi derrubado por Laporte dentro da área. O árbitro anotou pênalti, James Ward-Prowse cobrou bem, e o Southampton empatou. E quase virou, aproveitando um raro erro na saída de bola do City. Redmond acionou Moussa Djenepou, que emendou de primeira, para fora.

Aos 40 minutos, foi a vez de o Southampton errar na saída de bola, e o City costuma ser menos piedoso. A excelente pressão forçou Che Adams a tentar uma inversão de jogo muito mal feita – e pouco inteligente. Mahrez recuperou, avançou pelo meio, abriu à perna esquerda e acertou o canto de McCarthy.

Mahrez estava muito liso. Nos acréscimos da etapa inicial, ele pegou a bola com De Bruyne, entrou na área em diagonal, deixou os marcadores confusos e bateu rasteiro, na trave. Gündogan ficou com a sobra, e o Manchester City abriu 3 a 1.

O City efetivamente matou o jogo no começo do segundo tempo, em outro erro de saída de bola do Southampton. Fernandino interceptou na intermediária, abriu com Foden, que acionou Mahrez na marca do pênalti. Ele recebeu de costas, girou, abriu à perna esquerda, novamente deixando os marcadores confusos, e bateu no canto.

Che Adams até conseguiu descontar para o Southampton, e McCarthy fez boa defesa em um chute de fora da área de Phil Foden, mas o City voltou a marcar – e com um golaço de De Bruyne. Foden fez a parede na entrada da área, o belga recolheu dando uma caneta em Bednarek e bateu no canto com muita classe: 5 a 2.

O Manchester City tinha 21 vitórias consecutivas e 28 jogos de invencibilidade até perder para o Manchester United no último fim de semana. Não afetou seu favoritismo para ser campeão inglês. Agora lidera a tabela com 14 pontos de vantagem para o United, tendo disputado um jogo a mais. Em péssima fase, o Southampton perdeu pela nona vez em 11 rodadas e vai se aproximando da zona do rebaixamento.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

.


.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo