O Molineux não trazia boas lembranças a Carlo Ancelotti. Foi derrotado por 3 a 0 pelo em julho e, desfalcado de seus principais atacantes, poderia esperar novas dificuldades nesta terça-feira. Mas, com gols de Alex Iwobi e Michael Keane, conseguiu a quinta vitória em seis rodadas e continua no pelotão de frente da Premier League.

Machucado, Dominic Calvert-Lewin ficou fora do jogo. Richarlison e Cenk Tosun começaram no banco de reservas, sem condições físicas de serem titulares. Ancelotti armou a equipe em um 3-5-2, com James Rodríguez e Sigurdsson como os dois jogadores mais avançados.

O colombiano teve muita liberdade para se movimentar e, aos seis minutos, recebeu de Iwobi antes de virar o jogo para a ponta esquerda. Lucas Digne tocou para a entrada da área, onde Iwobi já chegava para bater de primeira e abrir o placar.

O Wolverhampton respondeu também com uma assistência do seu lateral esquerdo. Rayan Aït Nouri pegou a sobra, foi à linha de fundo e cruzou para a segunda trave. Rúben Neves completou para marcar um raro gol de dentro da área.

Fábio Silva, na sequência, quase virou, mas não pegou tão bem o cruzamento que o encontrou na marca do pênalti. Ainda assim, boa defesa ade Pickford. No outro lado, Iwobi tabelou com James, entrou na área e bateu cruzado, sem tanto perigo e fácil para Patrício encaixar.

O Wolverhampton terminou o primeiro tempo com algumas chegadas perigosas de média distância, prejudicadas por finalizações tortas. Quem é bom nesse tipo de jogada é Neves. Aos 25 minutos, ele dominou e bateu bonito, sem deixar cair, quase no ângulo de Pickford.

Em um jogo de poucas chances com a bola rolando, o marcou em um escanteio. André Gomes ficou com a sobra pela esquerda e cruzou de canhota. Keane subiu bem e cabeceou firme para fazer 2 a 1. Neves ainda tentou uma última vez de longe. Mas para fora, deixando o Wolverhampton com apenas uma vitória nas últimas oito rodadas.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

.

.