Premier League

Jorginho perde um pênalti no fim, mas Pulisic ainda aparece para salvar a vitória do Chelsea contra o West Ham

Jorginho falhou miseravelmente na marca da cal, antes que o gol saísse aos 45 do 2° tempo e garantisse uma importante segurança ao Chelsea

O Chelsea convive com as oscilações nas últimas semanas, em instabilidade que não se restringe ao campo. Neste domingo, a torcida em Stamford Bridge precisaria viver uma montanha-russa, até comemorar a vitória sobre o West Ham na Premier League. Os Blues fizeram um péssimo primeiro tempo e tomaram sustos contra um time desfalcado dos Hammers, mais preocupados com a Liga Europa. A equipe de Thomas Tuchel melhorou no segundo tempo, por mais que as chances surgissem dos dois lados. Já aos 40, um pênalti concedeu a oportunidade do triunfo e Jorginho falhou miseravelmente. Só depois disso, aos 45, é que Christian Pulisic selou o suado placar por 1 a 0. É um triunfo importante especialmente para que o nível não caia nesta reta final de campanha e para que a vaga dentro do G-4 se sustente sem novas preocupações.

O primeiro tempo do Chelsea seria muito abaixo da crítica. Os Blues era lentos em suas ações e viam o West Ham atuar em ritmo bem mais alto. Com isso, a defesa dos Hammers prevalecia e não concedia muitos espaços. Pior, os visitantes também eram mais perigosos quando subiam ao ataque em Stamford Bridge. Não seria uma primeira etapa de tantas chances claras, mas o time de Thomas Tuchel cometia erros contra a pressão alta dos adversários e precisava se defender no limite.

Em meio às chegadas do West Ham, o melhor momento veio num chute de Andriy Yarmolenko aos 33, em que o tiro cruzado seguiu para fora. O Chelsea perdia o meio-campo e não conseguia sequer oferecer uma resposta do outro lado. Os erros se acumulavam e existia um senso de frustração ao redor da apresentação do time, como se a temporada já tivesse acabado para os Blues. Mudanças seriam necessárias, pelo menos na postura dos anfitriões.

O segundo tempo começou mais aberto. O Chelsea se mostrava mais ligado, mas não que escapasse dos perigos. As primeiras defesas de Lukasz Fabianski aconteceram antes dos 15, em tentativas de N’Golo Kanté e Trevoh Chalobah de fora da área. À medida que os Blues melhoravam, exerciam uma pressão maior no campo ofensivo. Todavia, Édouard Mendy também seria fundamental aos 25 minutos, para negar o tento diante de Yarmolenko duas vezes. Do outro lado, a defesa conseguia abafar, enquanto Werner acertaria o lado de fora das redes.

Durante os 15 minutos finais, o Chelsea passou a sufocar mais o West Ham. Timo Werner tentava encontrar uma brecha na área, mas veria Fabianski realizar uma defesa firme aos 30. Thomas Tuchel logo botou Romelu Lukaku, Hakim Ziyech e Christian Pulisic em seu ataque. A pressão gerou um pênalti aos 39, quando Craig Dawson segurou Lukaku, que entrava livre. Para piorar, o zagueiro ainda foi expulso após revisão. Só que nem assim os Blues tinham tranquilidade. Jorginho cobrou o pênalti pateticamente e praticamente recuou a bola para Fabianski, que encaixou. O roteiro do desastre parecia pronto.

Ao menos, o erro não custou o ímpeto do Chelsea. A vitória ainda saiu aos 45 minutos, graças a Pulisic. Marcos Alonso rolou a bola para o meio da área e o passe passou por vários defensores, até encontrar o americano livre na marca do pênalti. Com calma, ele chutou rasteiro e encontrou as redes. O alívio dos Blues era tremendo. Na reta final, o West Ham ainda tentou partir para cima e buscar um empate que fizesse jus ao esforço. Os anfitriões seguraram o suado resultado.

O Chelsea encerra a rodada com 65 pontos, na terceira colocação. É uma condição relativamente tranquila, ao abrir cinco pontos de vantagem sobre o quarto colocado Arsenal e sete pontos dentro do G-4, ainda com uma partida a menos. Diante das oscilações recentes, era importante vencer. Já o West Ham fica em sétimo, com 52 pontos, sem ganhar há três rodadas. A briga pelas copas europeias está em risco, mas o claro objetivo se concentra na semifinal da Liga Europa, um título bastante ao alcance dos Hammers.

<iframe width="100%" height="580" src="https://www.sofascore.com/event/9576443/lineups/embed" frameborder="0" scrolling="no" style="max-width: 770px"></iframe>    <div style="font-size:12px;font-family:Arial,sans-serif"><a href="https://www.sofascore.com/chelsea-west-ham-united/MsN" target="_blank" rel="noopener">Chelsea - West Ham United Live Score</a></div>

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo