Premier League

Na hora certa: Haaland volta a brilhar e põe City próximo de título da Premier League

Decisivo, Haaland fez 9 gols nos últimos 6 jogos e foi o protagonista da sequência de vitórias do Manchester City que podem dar título da Premier League

Há quem tenha dito, há não muito tempo, que Erling Haaland merecia pegar um banco de reservas no Manchester City. Mesmo disputando a artilharia da Premier League, o atacante veio tendo desempenhos abaixo do esperado em clássicos, e inclusive chegou a ficar no banco em uma partida.

Porém, o norueguês ressurgiu no momento certo, e vem sendo o protagonista do Manchester City. Nos últimos seis jogos do time na Premier League, o camisa 9 fez nove gols, se isolou novamente na artilharia, e é a esperança na última partida do campeonato, que pode dar mais um título aos Citizens.

Mesmo sendo a principal referência do Manchester City, Haaland passou a ser bastante criticado no início deste ano. O norueguês era acusado de não ser tão decisivo nos jogos mais importantes da equipe inglesa, visto que não conseguiu fazer gols nas partidas contra o Liverpool, o Arsenal e até mesmo o Chelsea, que poderiam assegurar pontos importantes pelo título da Premier League.

‘Bastante inútil’

Mas foi na Champions League que as miras se voltaram de vez para ele. Haaland pouco conseguiu fazer nos dois jogos contra o Real Madrid pelas quartas de final, e seu desempenho foi bastante criticado pela imprensa espanhola, e também por Roy Keane, ex-jogador do Manchester United e hoje comentarista.

— Foi muito ruim (o desempenho de Haaland). Quando ele não faz gols, é bastante inútil. Eu o considero um jogador muito mediano com a bola nos pés — afirmou o irlandês, em críticas para a emissora holandesa Ziggo Sport.

E logo após a eliminação para o Real Madrid nos pênaltis, Pep Guardiola pareceu ouvir e concordar com as críticas, e deu a vaga de centroavante para o argentino Julián Álvarez contra o Nottingham Forest. Porém, o norueguês mostrou que não estava para brincadeira, e após entrar no lugar no argentino, que não marcou, fez o gol que fechou a vitória por 2 a 0 fora de casa.

Recuperação veio com muitos gols

O tento foi suficiente para ele recuperar a posição, e se tornar novamente ‘o cara’ do Manchester City. Instigado pelas críticas e pelo banco de reservas, o camisa 9 fez simplesmente quatro gols na partida seguinte, contra o Wolverhampton. E no duelo  que deixou o seu time na liderança da Premier League a uma vitória do título, fez os dois gols nesta semana contra o Tottenham, na vitória fora de casa por 2 a 0.

Os gols importantes em um momento crítico do campeonato fizeram com que novamente Haaland se isolasse na artilharia da Premier League. Se antes Cole Palmer estava empatado com o norueguês, agora o camisa 9 do City tem 27 tentos anotados, cinco a mais do que o jogador do Chelsea.

Em entrevista recente ao site Men in Blazers, o norueguês disse que apesar das críticas, ele tenta colocar sempre a cabeça no lugar, e mostrou ter consciência do seu papel no time montado por Guardiola.

— Não posso controlar o que as pessoas dizem sobre mim. Só tenho que me concentrar no que tenho que fazer em campo. Tem-se falado sobre quantas vezes devo tocar na bola. Quando eu marco, ninguém fala sobre isso, mas quando eu não marco, as pessoas começam a mencionar os meus toques. No fim você pode jogar sem tocar na bola. Você pode fazer isso com movimentos, mentalmente, com consciência.

Além disso, o jogador de 23 anos destacou o papel do treinador catalão em sua segunda temporada na Inglaterra, e se vê muito feliz com a camisa dos Citizens.

— Estou no lugar perfeito, porque ainda sou jovem. Tenho o Pep [Guardiola], que cuida de mim. Estou bem, estou feliz! Quero mais. O meu único objetivo é vencer a Premier League e depois a Copa da Inglaterra. Quero ganhar mais troféus.

Para conquistar a Premier League novamente, tudo o que o Manchester City, com 2 pontos à frente do Arsenal precisa, é de uma simples vitória contra o West Ham neste domingo (19) ou que os Gunners tropecem frente ao Everton. Para conseguir o que seria a nona vitória seguida no campeonato, o City contará mais uma vez com o seu artilheiro, que apesar das críticas, apareceu na hora certa para deixar o time perto mais uma vez da taça do campeonato inglês.

Foto de Vanderson Pimentel

Vanderson Pimentel

Jornalista formado em 2013, e apaixonado por futebol desde a infância. Em redações, também passou por Estadão e UOL.
Botão Voltar ao topo