Premier League
Tendência

Guardiola acha que Haaland não está lesionado, mas não correrá riscos para escalá-lo contra o Arsenal

O artilheiro da Premier League foi substituído no intervalo da vitória por 3 a 1 sobre o Aston Villa no último domingo

Pep Guardiola pareceu otimista com as chances de Erling Haaland, artilheiro da Premier League com 25 gols em 21 partidas, enfrentar o Arsenal nesta quarta-feira, em um confronto direto entre os líderes, mas o norueguês ainda será avaliado, depois de ser substituído no intervalo da vitória por 3 a 1 do Manchester City sobre o Aston Villa no último domingo.

Segundo o técnico do City, Haaland levou uma pancada na perna. Ele afirmou que, se o seu time não estivesse ganhando por 3 a 0, talvez não tivesse tirado o norueguês de campo antes do começo do segundo tempo, mas não precisava correr esse risco. Ele também não arriscará a saúde física do seu artilheiro se ele não tiver condições de enfrentar o Arsenal.

“Erling levou um chute e vamos ver. Vamos avaliá-lo nos próximos dias para ver quão grave é. No intervalo, eu falei com os médicos para ver e eles disseram que talvez ganhando por 3 a 0 não precisamos correr o risco e eu concordei com os médicos. Se o placar estivesse mais apertado, talvez eu não fizesse a substituição. Acho que ele não está lesionado, mas vamos ver. Espero que ele possa jogar na quarta-feira. Se não estiver pronto ou for um risco, ele não jogará”, afirmou.

Após três tropeços do Arsenal em cinco rodadas, o Manchester City conseguiu encostar e assumirá a liderança no saldo de gols se vencer o confronto direto no Etihad Stadium na quarta-feira – mas ainda com um jogo a menos do que o time do seu pupilo, Mikel Arteta.

Foto de Bruno Bonsanti

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo