Premier League

A pedido de Ancelotti, Everton vai buscar Allan no Napoli para reforçar seu meio-campo

O Everton anunciou a contratação do volante Allan, que estava no Napoli. Aos 29 anos, o brasileiro chega ao Goodison Park por € 25 milhões, a pedido do técnico Carlo Ancelotti, com quem trabalhou no clube italiano. O meio-campista assinou contrato até 2023 com os Toffees e espera, assim, recuperar o bom futebol que o levou à seleção brasileira. Será mais um brasileiro no elenco do time azul de Liverpool, ao lado de Richarlison e Bernard. Allan recebeu a camisa 6 do Everton.

[foo_related_posts]

“É um grande prazer assinar com o Everton. Estou imensamente feliz por estar aqui”, afirmou o jogador ao ser apresentado. “Como tenho feito em toda a minha carreira, espero que eu possa contribuir com minhas atuações junto com meus companheiros de equipe e fazer grandes jogos, ter grandes atuações e conquistar coisas importantes. Trata-se de um clube com grandes ambições, com uma história rica na Premier League e com o professor Ancelotti”.

Ancelotti foi um fator decisivo para Allan decidir mudar de clube. Gennaro Gattuso contratou jogadores para a sua posição já na janela de janeiro, o que fez com que o brasileiro perdesse espaço na escala de preferências do atual treinador napolitano. Com Ancelotti, Allan era titular habitual do Napoli e fez 61 jogos sob o comando do italiano.

“Ele fez todo o possível para me trazer. Com um clube desse tamanho e com um treinador como ele, significa que você não pensa duas vezes antes de aceitar vir para o Everton”, declarou o jogador. Conhecido por ser excelente nos desarmes, foi líder nesse quesito ainda atuando pela Udinese, clube que defendeu por três temporadas.

“Uma parte forte do meu jogo é marcar e o desejo de entrar para ganhar absolutamente todas as bolas”, disse Allan evertontv. “Esse é definitivamente um diferencial no meu jogo e acredito que, com o meu desejo, posso fazer performances muito boas para conquistar os torcedores”.

Allan recebeu a camisa 6 no Everton (Divulgação Everton FC/ Getty Images)

“Espero ganhar grandes coisas aqui no Everton, ganhar alguns troféus, então haverá uma enorme dedicação de mim. Na vida de um jogador de futebol, trata-se de ganhar troféus. Sem dúvida, com o projeto acontecendo aqui, poderíamos e devemos ganhar alguma coisa e conseguir um lugar nas competições europeias, o que seria muito importante. Tenho sido muito competitivo desde criança; sempre quis vencer.

“Tudo o que fazemos no meio-campo e na defesa — ganhar um 50/50, ganhar um desarme ou um contra um, limpar a bola — muitas vezes é como marcar um gol. No jogo, às vezes essas coisas são muito importantes. Às vezes tudo parece tão natural, mas um desarme, ganhar um um-a-um, limpar uma bola, se é um jogo muito apertado, celebramos como se fosse um gol. Isso é dedicação e dar tudo em campo”, afirmou Allan.

Formado pelo Vasco, esteve na campanha do título da Copa do Brasil e também na campanha do time na Libertadores de 2012, quando o time acabou eliminado pelo Corinthians, que seria campeão. Foi contratado pela Udinese em 2012 e ficou até 2015. Foi para o Napoli por € 11,5 milhões e teve ótimos momentos pelo clube do sul italiano. Deixa o clube com 212 jogos disputados, 11 gols e 16 assistências.

É uma contratação interessante para o Everton, que ganha um jogador de muita força física no seu meio-campo. Allan é rápido, tem o desarme como o seu principal recurso, mas também tem força para chegar à frente e agredir o adversário com ataques aparecendo perto da área. Sem perspectivas no Napoli, no Everton poderá mostrar as suas características, que parecem se encaixar bem no estilo de jogo da Premier League.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo