Premier League

Entrando no espírito natalino, Leicester dará pedaços de torta e gorros de Papai Noel aos torcedores na próxima rodada

Antes mesmo de conquistar a Premier League, Vichai Srivaddhanaprabha ganhou a simpatia dos torcedores do Leicester por sua generosidade. O dono do clube passou a distribuir periodicamente cortesias aos espectadores nas arquibancadas, incluindo cervejas e petiscos. Pois a gentileza do falecido presidente continua viva através de seu filho, Aiyawatt, atual mandatário das Raposas. E o espírito natalino garantirá agrados no Estádio King Power durante a próxima rodada. Nesta quinta, o Leicester anunciou que dará tortas e gorros de Papai Noel aos presentes no próximo jogo.

O duelo contra o Norwich, neste sábado, será o último do time em casa antes do Natal. Por isso mesmo, a diretoria oferecerá um pedaço de torta aos espectadores. Além disso, as arquibancadas devem ficar coloridas com os gorrinhos azuis que serão colocados em cada uma das cadeiras. “O clube deseja recompensar a lealdade dos torcedores do Leicester e agradecê-los por seu constante apoio”, diz o comunicado oficial.

O Leicester ainda promoverá a apresentação de um coral, terá uma máquina de neve nos arredores do estádio e oferecerá uma série de atrações às crianças – incluindo pinturas de rosto, balões modeláveis e outras brincadeiras. E, obviamente, o Bom Velhinho não perderia essa. Haverá uma versão do Papai Noel para abraçar os torcedores.

Vice-líder da Premier League, o Leicester precisa da vitória sobre o Norwich para encarar com mais tranquilidade a sequência duríssima que terá na competição. As Raposas pegam depois Everton e Manchester City, ambos fora de casa. Já o reencontro com a torcida acontece no Boxing Day, com a visita do Liverpool ao Estádio King Power. Os Reds sustentam uma vantagem de oito pontos sobre as Raposas, que, por outro lado, estão seis pontos à frente dos Citizens.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo