Premier League

Em agosto, Gabriel Magalhães lutou contra criminosos que tentaram assaltá-lo em sua casa em Londres

Episódio foi revelado nesta semana; apesar de enfrentar um assaltante armado com um taco de beisebol, Gabriel escapou ileso e os bandidos fugiram sem seu carro

O zagueiro Gabriel Magalhães, do Arsenal, enfrentou um episódio grave de violência em Londres no início da temporada. O brasileiro lutou contra um homem armado com um taco de beisebol, durante uma tentativa de assalto em sua própria casa. Apesar de resistir aos criminosos, Gabriel não se feriu e os bandidos não levaram seu carro. Embora o caso tenha ocorrido em 20 de agosto, foi revelado apenas nesta semana.

Três criminosos mascarados seguiram Gabriel até sua casa, no norte de Londres, e o abordaram na garagem, exigindo as chaves de seu carro, bem como seu celular e seu relógio. Quando entrava em casa, o zagueiro foi atacado por um dos bandidos, que empunhava um taco de beisebol. Gabriel revidou e acertou um soco no rosto do meliante, antes que ele corresse. Os assaltantes fugiram com as chaves do carro do brasileiro, mas não levaram o automóvel.

Posteriormente, o criminoso com o taco de beisebol foi identificado pela polícia londrina, através de amostras de DNA que estavam em seu boné – que caiu na garagem durante a luta com o zagueiro. O bandido foi detido e preso, confessando sua ação na tentativa de roubo. Ele foi condenado a cinco anos de prisão em novembro. O homem já tinha condenações anteriores por porte ilegal de arma e tráfico de drogas. Os outros dois assaltantes ainda não foram identificados.

Naquele momento, Gabriel estava com um amigo no carro. O zagueiro se recuperava de uma lesão no joelho e estava fora das atividades com o Arsenal. Segundo o promotor do caso, o brasileiro não se machucou, “mas o episódio causou um grande choque”. Conforme o julgamento, os criminosos não necessariamente sabiam que Gabriel era jogador da Premier League.

O Arsenal afirmou que ofereceu todo o apoio a Gabriel. O técnico Mikel Arteta comentou o episódio nesta semana: “Não é uma coisa boa de se passar, quando você tem sua família envolvida e eles estão tentando entrar em sua casa. Gabby mostrou muito caráter, você vê pela reação que teve. Crédito para o garoto. Depois disso, ele ficou bem. Ficou em choque e obviamente quis mudar algumas coisas em sua vida para garantir que não acontecerá de novo”.

Vale lembrar que o Arsenal lidou com outro episódio de violência parecido em 2019. Dois homens armados tentaram assaltar Sead Kolasinac e Mesut Özil. O lateral lutou com os criminosos e os dois conseguiram fugir com o carro dirigido pelo meia.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo