Premier League

Depois de Henry e Vieira, agora é Ian Wright que detona Wenger no Arsenal

O mau início de temporada do Arsenal tem deixado ídolos do clube preocupados. Depois de Thierry Henry dizer que “não deu para assistir ao Arsenal por ser doloroso” e de Patrick Vieira dizer que o Arsenal precisa de um pouco de Mourinho, chegou a vez de Ian Wright comentar com lamentação o momento do clube. O time tomou 4 a 0 do Liverpool em Anfield Road no último fim de semana, pela terceira rodada do Campeonato Inglês.

Ian Wright marcou época jogando pelo Arsenal. Esteve no clube no momento que Arsène Wenger chegou do Japão, ainda pouco conhecido, para começar a sua longa e vitoriosa carreira pelos Gunners. O atacante jogou de 1993 a 1998 no Arsenal antes de defender ainda West Ham, Nottingham Forest, Celtic e Burnley, encerrando a carreira em 2000. O Arsenal, porém, foi o grande clube da sua carreira. Foram 185 gols em 279 jogos pelos Gunners.

Wenger chegou ao Arsenal em outubro 1997, na última de Wright pelo clube. Wenger completou 20 anos no clube, mas os questionamentos aumentaram consideravelmente. E Wright comparou a trajetória do treinador francês com o final da carreira de Mohammad Ali.

“Assistir a ele [Arsène Wenger] agora é como ver Muhammad Ali contra Larry Holmes”, afirmou Wright. “Você está assistindo Muhammad Ali, um dos maiores de todos os tempos, apanhando. Foi horrível, foi desconfortável, você não quer ver isso”, disse ainda o ex-atacante. “Isso é o que está acontecendo com Arsène Wenger. Ele não tem ninguém para jogar uma toalha para ele”.

Jamie Redknapp, comentarista do Sky Sports, acredita que o técnico francês, de 67 anos, deveria dar um fim à sua carreira cheia de troféus no clube do norte de Londres. “Nós estamos falando sobre Arsène Wenger. Se estamos falando dos anos da Premier League, ele escreveu algumas das melhores histórias que você poderia desejar ver”, disse o ex-jogador.

“Agora, estamos no ponto que, e isso não é ser desagradável ou amargo, mas o tempo passa. São 20 anos no topo, há uma ou duas pessoas que ficam lá por tanto tempo – Alex Ferguson e algumas pessoas nas principais empresas de todo o mundo”, disse ainda Redknapp.

Quais serão as perspectivas de Wenger para a temporada? Só o tempo dirá.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios? Aí é falta desleal =/

A Trivela é um site independente, que precisa das receitas dos anúncios. Desligue o seu bloqueador para podermos continuar oferecendo conteúdo de qualidade de graça e mantendo nossas receitas. Considere também nos apoiar pelo link "Apoie" no menu superior. Muito obrigado!