Premier League

Cavani marca de peixinho, e Manchester United vira para vencer o Tottenham

Os Spurs mais uma vez perderam pontos a partir de uma posição de vantagem na Premier League

O Tottenham, time que mais desperdiça pontos após abrir vantagem nesta temporada da Premier League, deixou mais alguns no meio do caminho ao levar a virada do Manchester United no norte de Londres. O placar de 3 a 1 deixa os Red Devils bem confortáveis no G4 e os Spurs cada vez mais distantes.

Também abre uma frestinha – bem pequena, minúscula – para pressionar o líder Manchester City, agora que a diferença foi reduzida para 11 pontos, com um jogo a menos para United. De qualquer maneira, a oito rodadas do fim, fica difícil imaginar a briga pelo título sendo ressuscitada, mesmo com tropeços ocasionais do time de Guardiola.

Mais relevante é que o United abre nove pontos de vantagem para o quinto colocado Chelsea, com sete partidas pela frente, se vingou da humilhação do primeiro turno em Old Trafford e chegou a 23 jogos de invencibilidade fora de casa, a quatro do recorde da Premier League, que pertence ao Arsenal.

Pouco aconteceu em um primeiro tempo muito morno, além de mais um elemento para os ingleses reclamarem do VAR no gol anulado de Cavani. Ele saiu na hora certa para receber o passe de Pogba e emendou um chute rasteiro para abrir o placar. Mas o árbitro Chris Kavanagh foi chamado pelo assistente de vídeo para analisar uma possível falta de McTominay em Son na origem do lance. O apitador considerou que a mão do volante no rosto do atacante foi suficiente para ser uma infração e anulou o gol.

Para deixar o United ainda mais frustrado, o Tottenham marcou logo em seguida, na única finalização que acertou nos 45 minutos iniciais. Foi um gol bonito, porém. Ndombélé acionou Harry Kane com um passe longo. A bola foi direcionada de primeira para Lucas Moura, pela direita da grande área. O brasileiro cruzou à segunda trave onde Son apareceu para completar.

A etapa final foi muito mais movimentada, e pouco a pouco o United foi assumindo o comando. Após McTominay mandar de fora da área, para boa defesa de Lloris, Fred tomou as rédeas. Recebeu de frente para área, tabelou com Bruno Fernandes, tabelou com Rashford e soltou para Cavani. O goleiro francês fez outra boa defesa, e Fred marcou no rebote.

Dean Henderson defendeu a batida forte de Son, Lloris respondeu espalmando o chute de longa distância de Bruno Fernandes e uma linda Trivela de Luke Shaw encontrou Bruno Fernandes na segunda trave, mas Pogba, quase na boca do gol, se complicou com a bola. O Tottenham teve uma série de chegadas semi-perigosas, e Greenwood levou perigo de média distância.

Aos 34 minutos, Bruno Fernandes recebeu pela direita, deu o drible, mas perdeu controle da bola. Sem problemas: a sobra ficou com Greenwood, que emendou o cruzamento para Cavani marcar de peixinho. O garoto inglês selou a vitória quase no último segundo.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo