Premier League

Bruno Guimarães chega como uma face importante da nova era do Newcastle e se provará na Premier League

Depois de dois anos com o Lyon, Bruno Guimarães assinou com o Newcastle até 2026, por €42 milhões

O Newcastle sabidamente viria forte para o atual mercado de transferências, depois da aquisição feita pelo fundo de investimentos da Arábia Saudita. Os Magpies viveram um primeiro turno ruim na Premier League e, se quisessem continuar na elite, precisariam melhorar as opções do técnico Eddie Howe. Kieran Trippier e Chris Wood chegaram como reforços experientes para auxiliar na necessidade atual. Já neste domingo, conforme desenhado nos últimos dias, o Newcastle confirma um nome que parece chegar para o impulso imediato e também para formar um time competitivo no futuro: Bruno Guimarães, tirado do Lyon por €42 milhões, em contrato assinado até junho de 2026. Sua apresentação ocorrerá na volta da Data Fifa.

“Bruno é um talento extremamente empolgante e foi um dos nossos principais alvos neste mercado, então estou muito feliz em assegurá-lo no time. Ele fortalece o grupo de imediato, pronto para o desafio à frente. Ele tem sido um dos jogadores de maior destaque na França e defende a seleção brasileira, não temos dúvidas de que nossos torcedores vão apreciar vê-lo em campo. Estamos ansiosos por recebê-lo no retorno da Seleção”, afirmou o técnico Eddie Howe.

A explosão de Bruno Guimarães nos últimos anos é evidente, depois de surgir com o Audax. Mesmo tão novo, o meio-campista se colocou entre os melhores do país quando chegou ao Athletico Paranaense. Conquistou a Copa Sul-Americana, a Copa do Brasil e escreveu seu nome na galeria de ídolos rubro-negros, até que o Lyon desembolsasse €20 milhões por sua compra em janeiro de 2020. Em dois anos na França, o volante também ganhou reconhecimento e se firmou entre os melhores jogadores do time.

Bruno Guimarães não jogou tanto em sua primeira temporada no Lyon. A Ligue 1 seria interrompida por causa da pandemia e ele entrou em campo só três vezes pela competição. Por outro lado, participou da caminhada até as semifinais da Champions. Já na temporada passada, a confirmação do ótimo negócio feito pelos Gones se notou no Campeonato Francês. Os Gones almejaram o título, com algumas boas aparições do meio-campista, que frequentou o banco em certos momentos. Por fim, a atual temporada guarda o melhor do brasileiro. Pode ser incluído entre os melhores de sua posição na Ligue 1, apesar da campanha morna do Lyon, e contribui ao ótimo desempenho do time na Liga Europa.

Neste momento, o Lyon é um clube mais estável que o Newcastle. Mas não que a temporada seja tão boa para que Bruno Guimarães recusasse uma oferta só para terminar 2021/22 com os Gones. O clube ainda tenta se aproximar da zona de classificação às copas europeias na Ligue 1 e possui como seu principal trunfo a campanha na Liga Europa. Não parece suficiente para ampliar a permanência ou mesmo para que o presidente Jean-Michel Aulas, reconhecido como um duro negociador, negasse o dinheiro pago pelos Magpies. O Lyon reconhece o sucesso imediato do atleta, mas sabia que não seguraria Bruno por tanto tempo.

Bruno Guimarães chega à Premier League sem muito tempo para se adaptar. Vai ser cobrado por um impacto rápido, num time desestruturado e que precisa urgentemente dar uma guinada na tabela. Considerando os sucessos de sua breve carreira, o meio-campista tem condições para tal. Sua qualidade nos passes longos deve ser muito bem aproveitada por Eddie Howe e Chris Wood. Da mesma forma, o jovem é daquelas peças que permitem que uma equipe se construa ao seu redor. Vai ser assim neste momento de urgência e também pensando nos objetivos dos Magpies em médio prazo.

Aos 24 anos, Bruno Guimarães é um negócio que aponta a grandeza que o Newcastle quer no futuro. É um jogador que caberia em muitos clubes maiores, não à toa também estava na lista de reforços do Arsenal. Entretanto, os Magpies conseguem fazer sua força econômica prevalecer e esperam uma ajuda rápida para escapar do descenso. A permanência na Premier League será muito importante para o projeto saudita atingir seus objetivos o quanto antes e não sofrer uma retração na Championship.

Bruno Guimarães será apenas o sexto brasileiro a vestir a camisa do Newcastle. O atacante Mirandinha foi o pioneiro nos anos 1980, tornando-se também o primeiro atleta do país no Campeonato Inglês. Fumaça e Cláudio Caçapa foram nomes isolados na virada do século, até que Kenedy tivesse uma passagem curta em 2018. Já o atual elenco conta com Joelinton, que pode auxiliar na adaptação do novo meio-campista.

É ver como a escolha de Bruno Guimarães também impactará na seleção brasileira. A importância do jovem no atual ciclo é clara e seu desempenho nos Jogos Olímpicos mostrou como pode ganhar espaço entre os titulares. Tite ainda mostra certa resistência para dar sequência ao meio-campista, mas a Premier League o leva para um tabuleiro maior. É também uma aposta de Bruno Guimarães em seu próprio futebol, para que fuja dos riscos de descenso e chegue em alta para a Copa do Mundo, na qual muito dificilmente não estará.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo