Premier League

Bruno Fernandes foi decisivo para a vitória do Manchester United contra o Brentford

Após primeiro tempo sem gols, United deslancha no segundo com boas atuações de Fred e Bruno Fernandes, que deu duas assistências

O Manchester United conseguiu uma rara vitória com tranquilidade nesta quarta-feira pela Premier League ao bater o Brentford por 3 a 1. O brasileiro Fred fez um bom jogo, com um passe para o primeiro gol do jogo e o português Bruno Fernandes brilhou com dois passes para gols que foram decisivos. O jogo marcou também o retorno de Marcus Rashford, que entrou no segundo tempo e marcou um gol.

A vitória veio com tranquilidade na segunda etapa, mas na primeira o time teve problemas. O goleiro David De Gea precisou intervir e evitou que o placar fosse aberto para os mandantes. O Brentford finalizou oito vezes no primeiro tempo e criou três boas chances, mas não conseguiu marcar. O United chegou pouco ao ataque, sem acertar um chute no gol.

Foi só no segundo tempo que as coisas mudaram. Logo a 10 minutos, Fred fez um belo passe para Anthony Elanga, que recebeu, teve alguma dificuldade para dominar, mas ainda assim conseguiu finalizar e marcar 1 a 0. Antes que o Brentford absorvesse o que aconteceu, Bruno Fernandes acionou Mason Greenwood, que finalizou para marcar 2 a 0.

Com o placar mais confortável, o técnico Ralf Rangnick até se deu ao luxo de sacar Cristiano Ronaldo e colocar o zagueiro Harry Maguire para segurar o resultado. Também colocou marcus Rashford no lugar de Mason Greenwood. Eram 26 minutos da partida, que acabaria sendo decidia justamente por quem veio do banco.

Aos 32 minutos, Bruno Fernandes fez a jogada e Rashford completou para marcar 3 a 0 e definir a vitória àquela altura do jogo. O Brentford ainda diminuiu com Ivan Toney, aos 40, mas era tarde para qualquer reação.

O Manchester United é sétimo colocado na Premier League, com 35 pontos. O Brentford é o 14º, com 23, 10 pontos acima da zona do rebaixamento.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo