Premier League
Tendência

Bom jogo do Tottenham não resiste a três gols de Cristiano Ronaldo em Old Trafford

Manchester United teve muito trabalho contra o Tottenham, mas Cristiano Ronaldo resolveu tudo com três gols que significaram três pontos

Brilhar é algo que Cristiano Ronaldo está mais do que acostumado, mas a sua atuação neste sábado de Premier League foi absolutamente fundamental. O Manchester United segue com vários problemas, mas conseguiu vencer o Tottenham por 3 a 2 rem um jogo duro graças ao seu craque. Cristiano Ronaldo marcou os três gols da partida, sempre tirando de um empate para colocar os Diabos Vermelhos em vantagem.

O time de Antonio Conte entrou em campo no seu esquema tradicional de três defensores e bateu de frente com o Manchester United armado por Ralf Rangnick. Paul Pogba foi escalado na posição que normalmente é ocupada por Bruno Fernandes, que ficou fora por estar doente. O clube não confirma o que ele teve.

Aos 12 minutos, o Manchester United conseguiu abrir o placar com um golaço. Fred achou um bom passe para tirar da marcação e entregar a Cristiano Ronaldo. O atacante, de fora da área, soltou um chute forte, preciso, no alto, e marcou um golaço. Com isso, CR7 chegou a 805 gols, recorde em jogos oficiais – chegaria a 807 no fim do jogo.

O Tottenham chegou perto do gol de empate aos 17 minutos. Em uma tabela pelo lado esquerdo, Bem Davies acionou Son pelo meio e o coreano devolveu para ele, que recebeu e tocou para o fundo da rede. Ele, porém, estava em posição de impedimento e o gol foi anulado.

Com 33 minutos, Kulusevski fez linda jogada, foi à linha de fundo e cruzou. A bola tocou no braço aberto de Alex Telles. O árbitro marcou o pênalti e Harry Kane cobrou com firmeza e empatou o jogo em Old Trafford: 1 a 1.

O Manchester United reagiu rápido. No primeiro ataque depois do gol de empate, Jadon Sancho recebeu um belo lançamento de Alex Telles, nas costas da defesa, avançou e cruzou rasteiro para a área e Cristiano Ronaldo chegou pelo meio para tocar e marcar: 2 a 1, para delírio dos torcedores.

O empate veio aos 26 minutos. Em uma jogada pelo lado esquerdo, Son abriu para o lateral Sergio Reguillón, que cruzou rasteiro e viu o zagueiro Harry Maguire dar um carrinho e desviar para o próprio gol: 2 a 2.

O técnico Antonio Conte lançou mão de Lucas Moura no lugar de Dejan Kulusevski, enquanto Ralf Rangnick tirou Nemanja Matic e colocou em campo Edinson Cavani, tornando o time mais ofensivo.

Nem precisou ficar assim muito tempo. Um minuto depois da entrada de Cavani, escanteio para o Manchester United na ponta direita. Alex Telles cobrou muito bem, no meio da área, e Cristiano Ronaldo subiu de cabeça para tocar no alto e vence Hugo Lloris: 3 a 2 para os Diabos Vermelhos. Mais uma vez, torcedores comemoram demais.

Foi o primeiro hat trick de Cristiano Ronaldo desde a sua volta ao Manchester United. Os três gols da partida o levaram a 18 gols na temporada em 32 jogos. Mesmo com menos gols, a temporada do camisa 7 ainda é muito boa em números. Foi o 49ª hat trick da sua carreira e é o segundo jogador mais velho a fazer o um hat trick na Premier League (37 anos, 35 dias), atrás apenas de Teddy Sheringham pelo Tottenham em 2003 (37 anos e 146 dias), segundo a Opta.

Rangnick nem esperou: imediatamente sacou Cristiano Ronaldo e colocou em campo Victor Lindelof, zagueiro, para trancar o time. O United montou uma linha de cinco atrás e procurou se defender nos minutos finais. Todos os jogadores recuaram e deixaram o Tottenham com a bola.

Já nos acréscimos, por pouco o United não matou o jogo. Cavani recebeu na esquerda, rolou pelo meio para Sancho, mas ele acabou atrapalhado pela defesa dos Spurs e não conseguiu finalizar. No fim, porém, a vitória ficou mesmo com o United de Cristiano Ronaldo, mais uma vez decisivo.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo