Premier League

Aston Villa volta ao caminho das vitórias e ao quarto lugar da Premier League

Com golaços de Diaby e Konsa, Aston Villa recupera o quarto lugar e volta à zona de classificação da Champions League

Após dois tropeços na Premier League, finalmente o Aston Villa recuperou o caminho das vitórias neste sábado (30). Jogando no Villa Park, o time da casa bateu o Wolverhampton por 2 a 0, e manteve a vaga parcial para a Champions League. Moussa Diaby e Ezri Konsa foram os responsáveis por colocar os Villains novamente na zona de classificação para a Champions League.

Com o resultado, o Aston Villa chegou aos 59 pontos e voltou a recuperar a quarta posição da Premier League após 2 horas e meia. Isso porque mais cedo, o Tottenham havia batido o Luton Town e chegado aos 56 pontos na tabela, mas passando o time de Birmingham pelo saldo de gols. Já o Wolverhampton manteve os 41 pontos, mas também seguirá no 10º lugar, já que o Chelsea não conseguiu derrotar o Burnley.

Começo fulminante de ambos os lados

A partida começou bastante agitada, e nos primeiros minutos, tanto Aston Villa como Wolverhampton tiveram grandes chances. Aos 9 minutos, os anfitriões chegaram a abrir o placar com Douglas Luiz. Entretanto, o auxiliar viu impedimento de Watkins no início da jogada, e anulou o gol do brasileiro. E atrás, o time da casa teve em Emiliano Martínez um salvador. O argentino fez uma defesa espetacular de coxa aos 15 minutos, após chute a queima-roupa de Aït-Nouri.

Depois do susto, o Aston Villa passou a comandar as jogadas ofensivas, e por volta dos 23 minutos, quase que Watkins fez o seu gol em um chute alto. Mas aos 36 minutos, finalmente o Aston Villa abriu o placar e com um senhor golaço. Em tentativa de jogada ensaiada após cobrança de falta, Doyle cortou um cruzamento rasteiro de Moreno. Mas no rebote, Diaby veio livre de fora da área para acertar um chute forte no ângulo de Sá.

Golaço garante vitória dos anfitriões

O segundo tempo começou de forma preocupante para os Villains, e não necessariamente por alguma jogada perigosa dos Wolves. No intervalo, Jhon Durán entrou no ataque na vaga de Ollie Watkins, que não vinha jogando mal.

Por mais que os visitantes tentassem igualar o placar pressionando mais, foi o Aston Villa que marcou o segundo gol da partida. Zaniolo aproveitou erro na saída para roubar a bola e tocar para Bailey. O jamaicano viu Konsa passar e acertar um cruzamento, que encobriu o goleiro e ultrapassou acidentalmente a linha do gol após bater na trave, aos 20 minutos. Um golaço sem querer.

Para tentar uma reação, o técnico Gary O'Neil mexeu na equipe, colocando jovens como Bueno, Fraser e Chirewa. A equipe até chegou a tentar pressionar, mas nenhuma chance que de fato fosse na direção do gol defendido por Martínez. O apito final assegurou a vitória e um respiro aliviado do Aston Villa.

Foto de Vanderson Pimentel

Vanderson Pimentel

Jornalista formado em 2013, e apaixonado por futebol desde a infância. Em redações, também passou por Estadão e UOL.
Botão Voltar ao topo