Premier League

Arsenal marca pela primeira vez desde 1º de janeiro e derrota o Wolverhampton em confronto direto

O gol de Gabriel Magalhães foi apenas o segundo dos Gunners em 2022

É muito mais fácil quando o simbólico coincide com a realidade. O Arsenal dispensou Pierre-Emerick Aubameyang, seu atacante mais prolífico, após afastá-lo por problemas disciplinares, e não contratou reposição. Enquanto a novela se desenvolvia conseguiu marcar apenas um gol durante todo o mês de janeiro – no primeiro dia do ano. Gabriel Magalhães quebrou esse jejum nesta quinta-feira ao garantir a vitória por 1 a 0 sobre o Wolverhampton.

Bukayo Saka abriu o placar para o Arsenal, em 1º de janeiro, contra o Manchester City, que conseguiu a virada para 2 a 1. Em seguida, os Gunners passaram em branco contra Nottingham Forest, pela Copa da Inglaterra, nos dois duelos semifinais diante do Liverpool pela Copa da Liga Inglesa, e contra o Burnley pela Premier League.

Para ganhar do Wolverhampton, confronto direto na briga pelo quarto lugar, contou com um gol de zagueiro, mas não está em posição de reclamar. Era um jogo importante e cuja vitória levou o Arsenal a 39 pontos, em quinto lugar, apenas a um do West Ham e da zona de classificação à Champions League, com duas partidas a menos. O Wolverhampton é o oitavo, com 34 pontos também em 22 rodadas.

Como não tem muita opção mesmo, Alexandre Lacazette liderou o ataque do Arsenal, com o apoio de Martin Odegaard, Bukayo Saka e Gabriel Martinelli, expulso no segundo tempo em um lance curioso em que levou dois cartões amarelos na mesma jogada. Thomas Partey e Granit Xhaka deram sustentação ao meio-campo, diante de uma defesa que é a sexta melhor do Campeonato Inglês.

Odegaard deu uma boa bola para Saka entrar pela direita e tocar para trás, Ben White chegou batendo de primeira e carimbou a defesa. Logo depois, a cobrança de escanteio da esquerda bateu na boca do gol e voltou para White, que jogou de volta à pequena área. Lacazette dividiu com José Sá, e Magalhães se esticou para completar às redes.

O Wolverhampton, outro time que tem seus probleminhas para fazer gols (terceiro pior ataque, com apenas 19 em 22 rodadas), levou pouco perigo ao gol de Ramsdale. Saka, por outro lado, fez uma linda jogada pela ponta direita, com direito a uma caneta, e tabelou com Odegaard antes de acionar Lacazette para um chute de primeira em cima de Sá.

No segundo tempo, o Arsenal ficou com um homem a menos de uma maneira… diferente. Martinelli deu um empurrão em Daniel Podence, que estava cobrando um lateral pela direita, disparou e fez falta por trás em Semedo. O árbitro Michael Oliver deu um cartão amarelo para cada infração e mandou o brasileiro para o chuveiro.

Na cobrança de falta, houve um gol contra a favor do Wolverhampton, anulado por impedimento, e Lacazette perdeu a chance de ouro de matar a partida. Recebeu o passe de Gabriel Magalhães nas costas da defesa, ajeitou o corpo e bateu colocado no outro canto, sem direção. Romain Saïss exigiu grande defesa de Ramsdale antes do apito final.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo