Premier League

Sem vacilar! Arsenal embala quarta vitória e joga pressão no Manchester City

Equipe londrina domina do início ao fim e abre quatro pontos de distância para o rival

O Arsenal bateu o Bournemouth pelo placar de 3 a 0, em duelo disputado no Emirates Stadium, na manhã deste sábado (4), válido pela 36ª rodada da Premier League. Bukayo Saka abriu a contagem em cobrança de pênalti aos 45 minutos do primeiro tempo, Leandro Trossard deu números finais ao jogo em belo chute cruzado de dentro da área, aos 25 da etapa complementar. Nos acréscimos, Declan Rice aproveitou passe enjoado de Gabriel Jesus para marcar o terceiro gol e fechar o placar.

Com o resultado, o time londrino foi aos 83 pontos na liderança, abrindo quatro de distância para o Manchester City, que ainda joga na rodada. Os comandados de Guardiola entram em campo neste sábado, às 13h30, no Eithad Stadium, em Manchester, para encarar o Wolverhampton.

Como foi o jogo

Intenso do início ao fim do jogo, o Arsenal poderia ter definido o placar ainda no primeiro tempo de jogo em Londres. Marcando em linha alta durante os primeiros 45 minutos, o time comandado por Arteta não deu sossego para a defesa do Bournemouth. Foram 16 finalizações do time londrino, contra apenas uma do adversário.

Não fosse pela brilhante exibição do goleiro Travers, o Arsenal poderia ter terminado a primeira etapa de jogo no Emirates Stadium com um placar bem mais favorável. Das 16 finalizações realizadas pelos Gunners nos 45 minutos iniciais, cinco foram na direção da meta. De tanto insistir, os comandados de Arteta só conseguiram mesmo abrir o placar já no final do primeiro tempo.

Kai Havertz foi lançado em profundidade e acabou tocado pelo goleiro Travers na área. O árbitro David Coote marcou pênalti na jogada, e na cobrança, Bukayo Saka cobrou com categoria para abir o marcador no Emirates Stadium. O domínio do Arsenal continuou no segundo tempo, e aos 25 minutos, Leandro Trossard recebeu passe de Declan Rice, melhor jogador em campo, para chutar firme no canto e ampliar o placar.

Apesar da enorme desvantagem no jogo, o Bournemouth tentou atacar mais no segundo tempo, fez Raya trabalhar em alguns momentos, e até chegou a marcar um gol com Semenyo. Porém, a arbitragem anulou a jogada por falta em cima do goleiro do Arsenal. O lance deixou o time visitante sem forças para buscar uma reação, e o terceiro gol do Arsenal saiu naturalmente, já nos acréscimos, e premiou uma excelente exibição de Rice.

O volante marcou, deu passe, e apareceu na área para finalizar durante todo o jogo. Nos acréscimos, o meia inglês recebeu uma linda assistência de Gabriel Jesus, que tocou para a direita, mas olhando para a esquerda, enganando a marcação, e deixando seu companheiro na boa para fechar o placar.

Vitória do Arsenal coloca pressão nos rivais pelo título

Além do City que encara o Wolves mais tarde, a vitória do Arsenal na manhã deste sábado coloca uma pressão extra sobre o Liverpool, que mesmo remotamente, ainda tem chances de título, e neste final de semana encara o Tottenham em Anfield Road. Um tropeço da equipe de Klopp para os Spurs pode significar o adeus da equipe na luta pelo título da Premier League, e vai deixar nas mãos do líder e vice-líder da competição a disputa pelo troféu da liga mais competitiva do mundo.

 

 

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo