Premier League

A liderança não saiu, mas Brighton arrancou o empate contra o Palace com um bonito gol nos segundos finais

Em seis rodadas, o Brighton já somou quase um terço dos pontos das suas últimas duas campanhas na Premier League

O Brighton acordou nesta segunda-feira em uma situação incomum: tinha um jogo de Premier League marcado contra o Crystal Palace e, se o vencesse, assumiria a liderança isolada da competição. Não aconteceu, mas o gol de empate por 1 a 1 marcado por Neal Maupay, a 30 segundos do fim do jogo, ainda forneceu à sua torcida mais uma explosão de alegria.

Desde que Graham Potter assumiu o Brighton, em 2019, houve uma dissociação entre o desempenho do time, frequentemente muito bom para os seus recursos, e os resultado: empates em excesso, poucas vitórias e sempre aterrorizado pelo espectro do rebaixamento. Salvou-se duas vezes, em 15º e 16º lugar, fazendo 41 pontos nas duas campanhas.

Esse número é importante porque, neste começo de Premier League, os resultados finalmente estão aparecendo e, ao fim da sexta rodada, o Brighton tem 13 pontos, cerca de um terço do que conseguiu nas duas primeiras temporadas com Potter em 38 jogos.

Isso indica uma campanha um pouco mais tranquila dessa vez, que pode até permitir a Potter arriscar um pouco mais, embora a escassez de gols ainda esteja presente – apenas oito em seis partidas. Mas, pelo menos, eles agora estão saindo na hora certa.

A partida contra o Crystal Palace de Patrick Vieira, outra notícia interessante das rodadas iniciais do Campeonato Inglês, foi bastante equilibrada desde o início. Inclusive com tempos distintos. Os londrinos dominaram a posse de bola na etapa inicial, com 56%, mas o cenário se inverteu totalmente depois do intervalo com 67% para o Brighton nessa estatística.

Um pênalti em cima de Conor Gallagher nos acréscimos do primeiro tempo foi convertido por Wilfried Zaha. Um atropelamento de Leandro Trossard, exatamente o tipo de vacilo na defesa que custou tantos pontos ao Brighton nas temporadas anteriores.

O Palace teve um chance de ouro de matar a partida, aos 33 minutos, quando Cucurella errou na saída de bola, e Gallagher acionou Benteke, que deixou na medida para Jordan Ayew pela direita da grande área. Ele bateu para fora.

E, então, a 30 segundos do fim, Guaitá repôs a bola com um chutão ao meio-campo, Joel Veltman rebateu de primeira para deixar Maupay na entrada da grande área e bastou um toque por cobertura para que o Brighton arrancasse o empate.

O Brighton não virou líder, mas segue no pelotão de frente. Está com os mesmos 13 pontos de Manchester City, Chelsea, Manchester United e Everton, e apenas o Liverpool somou um a mais. O Palace, apesar de boas atuações no começo de trabalho de Vieira, aparece em 15º, com seis.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo