EuropaFrançaInglaterraPremier League

Premier League prepara homenagem aos mortos na França e tocará a Marselhesa em seus jogos

As homenagens do futebol às vítimas dos ataques em Paris na última sexta-feira ão vão parar apenas na data Fifa. Os campeonatos nacionais europeus retornam neste fim de semana, e a expectativa é de que aconteça uma série de manifestações em solidariedade à França. A Premier League, por exemplo, já confirmou como homenageará os franceses, anunciando a execução da Marselhesa antes de todas as dez partidas da 13ª rodada.

VEJA TAMBÉM: Thuram defende integração como resposta da sociedade francesa aos ataques

Em nota publicada em seu site oficial, a Premier League explicou que o hino francês será executado em versão de coral antes dos jogos da primeira divisão inglesa. A liga ainda destacou a forte presença de franceses no torneio: são, ao todo, 72, segunda nacionalidade mais representada na competição, atrás apenas dos próprios ingleses. E é essa relação que faz Richard Scudamore, diretor-executivo da Premier League, acreditar que a homenagem por parte da Inglaterra seja evidente.

“Dado o quão próximo estamos e a duradoura relação existente entre a Premier League e a França, tocar a Marselhesa como um ato de solidariedade e memória é a coisa certa a se fazer. Ficamos todos tristes e profundamente chocados pelos eventos em Paris na última sexta-feira, e o fato de que tenha sido um ataque às pessoas que curtiam suas liberdades cotidianas, como ir a um bar, a um show ou a uma partida defutebol, ressoa com os torcedores e com o público em geral no Reino Unido”, explicou o dirigente.

Uma das cenas mais tocantes de homenagem à França após os ataques do dia 13 foi justamente a execução da Marselhesa durante o amistoso entre ingleses e franceses, no Wembley, em Londres, quando os torcedores da casa presentes no estádio esforçaram-se para cantar o hino francês, mesmo com todas as dificuldades impostas pela diferença entre as línguas. O momento foi ainda mais memorável pelo fato de os dois países terem uma rivalidade histórica, e a repetição do hino da França agora no Campeonato Inglês é uma boa demonstração do sentimento de solidariedade que tomou grande parte da Europa da semana passada para cá.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo