Inglaterra

Owen insiste que não pretende deixar Manchester United

Mesmo após sofrer uma lesão muscular, na final da Copa da Liga Inglesa, que o tirou de grande parte da temporada passada, o atacante Michael Owen insistiu que não deixará o Manchester United. De acordo com boatos, após a contratação do mexicano Javier Hernández, Owen poderia ser cedido ao Bristol City, da segunda divisão inglesa.

Porém, após marcar um gol na goleada por 7 a 1 dos Red Devils sobre um combinado de jogadores da liga da Irlanda, nesta quarta, Owen declarou: “Estou adorando minha passagem pelo United. Não sinto que tenho de provar nada. Na verdade, olho para o último ano com várias lembranças boas. Tive alguns ótimos momentos, e a única tristeza é que eu tive de perder a parte final da temporada, quando os troféus estavam sendo disputados.”

Owen ainda lembrou de sua constante presença entre o elenco do Manchester United: “Dos 43 primeiros jogos da temporada, fui relacionado para 42. Se alguém dissesse que eu estaria disponível para 42 jogos no último ano, eu provavelmente teria acreditado.”

Ao cogitar a hipótese de jogar a Supercopa da Inglaterra, contra o Chelsea, em Wembley, no próximo domingo, Owen lembrou a contusão, sofrida no mesmo estádio: “Eles estavam fazendo algo no gramado, quando eu estive em Wembley, recentemente. Algo novo foi instalado, o que significa que dez por cento da grama é sintética, agora. Espero que melhore, pois o gramado de Wembley deve ter tido algo a ver com minha lesão. Não fui o único contundido naquele jogo, houve outros. Isso é preocupante. Se fosse só eu, poderia-se dizer que foi um acidente.”

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo