BrasilInglaterra

O próximo técnico do Bangu pode vir do Chelsea, e você não leu errado

O ano nem chegou à sua metade, mas o Bangu já tem planos ambiciosos para sua próxima temporada no Campeonato Carioca. Por obra do acaso, os caminhos do alvirrubro e de Dermot Drummy, técnico das categorias de base do Chelsea, se cruzaram, e nas próximas semanas o inglês estará no Rio de Janeiro para conhecer a equipe e, possivelmente, acertar  para assumir o comando do time. A relação, que começou de maneira bastante informal, já ganhou manchete na Inglaterra, e Jorge Varela, presidente do Banguzão, foi pego de surpresa pelo nome de seu clube atravessando o oceano e chegando aos britânicos.

VEJA TAMBÉM: Campeão de Gaza comemora títulos e mostra a realidade de quem joga bola no meio da guerra

Em entrevista à Trivela, Varela revelou que as conversas ainda estão no início. Não escondeu a surpresa e a empolgação ao ouvir em primeira mão que a história havia chegado à Inglaterra. E não é por menos. A maneira peculiar como o contato com Dermot começou foi tão informal que é difícil imaginar seu caminho até a imprensa inglesa. “Através de amigos em comum, chegou ao meu conhecimento a intenção dele de conhecer o futebol brasileiro. Ele havia feito pesquisas. Enviei uma carta, um convite para ele vir visitar o Bangu, no Rio, e conhecer o clube. Conversaremos para saber o que podemos fazer, uma espécie de intercâmbio”, contou.

O presidente do Bangu não sabe exatamente como começou o interesse de Drummy pelo Bangu, mas acredita que a ligação do clube com ingleses e escoceses, que levaram o futebol ao bairro no final do século XIX, tenha sido substancial. “Tenho conhecimento de que ele é da comissão permanente do Chelsea. Existe a história de que o Bangu tem uma ligação com o Reino Unido, pela vinda do pessoal para cá, dos ingleses e dos escoceses. Talvez ele tenha tido conhecimento desse fato e tenha pesquisado a fundo. E um amigo em comum comentou que ele estava fazendo esse estudo e estava interessado em vir ao Brasil, e eu formalizei o convite para que ele viesse”, supôs.

Enquanto Jorge Varela demonstra cautela ao falar sobre a possibilidade, embora sem esconder o contentamento, Dermot Drummy foi além. Em entrevista ao Mirror, falou especialmente sobre a experiência profissional que a ida ao Bangu pode representar para sua carreira e para outros técnicos ingleses que queiram maior experiência e até projetou duelos com os gigantes do Rio.

“Esta é uma oportunidade gigante, e para um treinador inglês dar esse passo é quase sem precedentes. Vou para o Rio com minha comissão nas próxima semanas e conversarei com o Bangu. O Bangu tem orgulho de suas raízes inglesas, e eu recebi uma oportunidade de transformar o clube dom início ao fim, é um projeto empolgante. Não fico intimidado por enfrentar os grandes times, é algo que espero. Meu estilo de treinamento e meu ethos se encaixam bem com o futebol brasileiro. Isso poderia oferecer uma chance para alguns dos ingleses de nossos principais clubes ganharem grande experiência”, comentou.

Segundo o jornal, Drummy pretende subir de patamar e passar a comandar equipes principais, após anos nas categorias de base de Chelsea e, anteriormente, Arsenal. O último trabalho como treinador – antes de assumir um cargo de chefe das escolinhas do clube espalhadas pelo mundo – rendeu bons frutos ao inglês, que levou os Blues à conquista da Premier League Sub-21 de 2013/14. Aparentemente, o Bangu pode ser seu caminho de transição, embora Jorge Varela não descarte que um fator bastante particular interfira nos planos do inglês. “Talvez ele chegue aqui e ache Bangu muito quente!”

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo