O Arsenal disputou um dos raros confrontos entre times da Premier League nos 32-avos de final da Copa da Inglaterra. Os atuais campeões do torneio enfrentaram o Newcastle e tiveram dificuldades para confirmar a classificação dentro do Estádio Emirates. A vitória por 2 a 0 saiu apenas no segundo tempo da prorrogação, que mantém a série positiva da equipe de Mikel Arteta. Os Gunners se recuperam na temporada e chegam à quarta vitória consecutiva, somando todas as competições. Saindo do banco, o garoto Emile Smith Rowe fez mais uma boa atuação e, com o primeiro gol, terminou a noite como destaque.

O Arsenal entrou com uma equipe mista, poupando parte de seus titulares. Destaque na vitória recente contra o Chelsea, Gabriel Martinelli deveria começar a partida, mas se lesionou durante o aquecimento. E o brasileiro poderia ter ajudado, diante das dificuldades dos Gunners desde o primeiro tempo. A equipe tinha mais volume de jogo e buscava mais o ataque, mas falhava na conclusão das jogadas. Na melhor chance dos 45 minutos iniciais, Pierre-Emerick Aubameyang chutou cruzado e Martin Dubravka rebateu.

Já no segundo tempo, o Arsenal sofreu mais apuros. O Newcastle teve uma sequência de cobranças de falta nos arredores da área durante os primeiros minutos e Andy Carroll desperdiçaria uma oportunidade claríssima, sozinho na linha da pequena área. O Arsenal não era preciso em sua resposta. Aubameyang perdeu outro gol diante de Dubravka e o goleiro também realizou boa defesa em cabeçada de Joe Willock. Nem mesmo as alterações ajudaram tanto os Gunners neste momento. Nos acréscimos, Carroll fez a torcida londrina prender outra vez a respiração, ao encher a bomba em cima de Leno. Smith Rowe ainda correu o risco de deixar os anfitriões com um a menos, mas corretamente o VAR revogou um cartão vermelho ao garoto, por uma solada involuntária.

A vitória começou a parecer mais próxima durante o início da prorrogação, quando o Arsenal se mostrava mais inteiro que o Newcastle. Os londrinos dominavam os lances de perigo e Dubravka apareceria outra vez, para espalmar um míssil de Granit Xhaka. Já aos quatro minutos do segundo tempo extra, veio o primeiro gol, com participação de três jogadores que saíram do banco. Os Magpies saíram jogando errado. Bukayo Saka levantou a bola, Alexandre Lacazette ajeitou de cabeça e Smith Rowe bateu cruzado. Oito minutos depois, os Gunners ratificaram o resultado. Um dos melhores em campo, Kieran Tierney tabelou com Xhaka pela esquerda e cruzou rasteiro para Aubameyang concluir.

O Arsenal ainda aguardará a definição de seu adversário nos 16-avos de final da Copa da Inglaterra. O sorteio da próxima fase acontecerá na próxima segunda-feira.