InglaterraPremier League

Mourinho: “Tentei trazer Gerrard ao Chelsea, à Inter, ao Real. É meu inimigo preferido”

Esqueça o José Mourinho ranzinza. Cada vez mais, tudo parece jogo de cena. Ele só é chato quando lhe apetece. Pois o técnico do Chelsea deu uma grande prova de respeito às vésperas do duelo com o Liverpool, pela Premier League. Rasgou elogios ao último confronto que terá com Steven Gerrard, “seu inimigo favorito”, segundo suas próprias palavras. Além disso, o comandante revelou que tentou contratar o meio-campista não apenas em sua primeira passagem em Stamford Bridge, mas também na Internazionale e no Real Madrid.

VEJA TAMBÉM: Mourinho abriu o peito na melhor entrevista da carreira

“Estou triste porque ele está saindo, assim como Lampard. Mas é diferente, porque Frank é uma lenda do Chelsea e Steven sempre esteve do outro lado. Tentei trazer Gerrard ao Chelsea, tentei trazê-lo à Inter, tentei trazê-lo ao Real Madrid. Só que ele sempre esteve com o inimigo. Quero homenageá-lo e espero que Stamford Bridge faça o mesmo. É muito tarde para contratá-lo. Além disso, ele não pode jogar contra o Liverpool. Gerrard fez uma carreira fantástica com seu povo. Recusou outros grandes clubes, outras grandes ligas, para jogar só pelo Liverpool e isso é um sentimento que se mantém. Quem sabe um dia eu o enfrente como técnico do Liverpool”, afirmou Mourinho.

O treinador do Chelsea ainda afirmou que o craque adversário também ajudou a engrandecer a sua própria carreira: “É minha vez de honrar o campeão. É minha vez de honrar Steven Gerrard e dizer que, com adversários como ele, eu sou o técnico que sou. Eu aprendi com meus jogadores e os melhores oponentes. Com as dúvidas e as qualidades dos meus atletas e com os problemas que os adversários me trouxeram, me fazendo pensar e analisar como jogar contra eles. Gerrard certamente é um de meus inimigos favoritos e também o mais querido, um daqueles que me fez um técnico melhor”.

VEJA TAMBÉM: O artigo de jornal que, em 1992, previu Gerrard como uma “futura estrela” do Liverpool

Ao longo dos anos, Mourinho e Gerrard até tiveram as suas diferenças dentro de campo, como na vez em que se estranharam por uma bola na lateral. Do jogo. A competitividade está no sangue de ambos, algo que também os ajudou no sucesso. E, neste sentido, não há maior mostra de exaltação do que a feita pelo técnico. Acima da rivalidade, existe a admiração.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo