Inglaterra

“Minhas pernas não respondiam mais”, diz Scholes

O meio-campista Paul Scholes justificou a sua aposentadoria dizendo que “sabia que era a hora certa”. O jogador do Manchester United alegou ainda razões físicas.

“É algo que eu ainda estou me acostumando, mas eu sabia que era a hora certa”, afirmou o ex-jogador da seleção inglesa.

“Houve alguns jogos na última temporada que eu não me senti ótimo e eu estava treinando bem. Eu acho que era provavelmente a hora certa para fazer isso e eu mantenho isso agora. Você não pode seguir jogando para sempre, está tudo feito e estou ansioso pelo futuro”, explicou o treinador.

“Eu não acho que alguém queira jogar apenas uma pequena parte, mas eu percebi que isso é apenas uma parcela ou uma parte disso, dado o estágio da minha carreira e como eu estava fisicamente. Você está em um clube do mais alto nível, com os melhores jogadores e você apenas tem que perceber que suas pernas não podem mais fazer o que você quer que elas façam”, contou o agora ex-jogador.

“Se você irá fazer parte desse clube, você tem que estar disponível desde o começo até 90 minutos. Quando eu estava começando os jogos, eu não me sinto bem. Eu não me importo em jogar jogos menores ou entrar no final dos jogos. Esse foi provavelmente o jeito certo em me usar. O melhor que eu senti foi quando eu jogava os últimos 15 ou 20 minutos e isso realmente não está certo”, avaliou o meia.

Scholes ainda fará um jogo de despedida contra o New York Cosmos. No total, o meia jogou 677 partidas pelo Manchester United, marcando 150 gols.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo