Inglaterra

Mesmo após 12 reforços, Steve Cooper diz que Nottingham Forest ainda fará mais contratações

Em um mundo ideal, o técnico do bicampeão europeu não faria tantas mudanças, mas foi obrigado pelas circunstâncias

O Nottingham Forest contratou 12 jogadores, sem contar Gustavo Scarpa, que chega em janeiro, e continua ativo no mercado para trazer mais alguns, segundo o técnico Steve Cooper. Ele acrescentou que em um mundo ideal não faria tantas mudanças, mas as circunstâncias obrigaram o bicampeão europeu a revolucionar o seu elenco.

Uma dessas circunstâncias foi o acesso à Premier League. É sempre importante acrescentar experiência de primeira divisão e mais qualidade para tentar a permanência. A segunda é que a promoção foi conquistada com a ajuda de muitos jogadores emprestados, como Djed Spence, James Garner, Phillip Zinckernagel e Max Lowe, que acabaram não ficando no City Ground.

Outros nomes importantes do acesso, como o capitão Lewis Grabban, o goleiro Brice Samba e o zagueiro Tobias Figueiredo foram dispensados ou negociados. “Eu acho que haverá mais entradas e saídas. Não é um processo simples trazer um jogador, não sei em termos de números (quantos virão). Meu foco é nos jogadores que estão aqui. Eu imagino que estejamos sendo ligados a vários nomes. Talvez tenha verdade em alguns e não tenha verdade nenhuma em outros”, disse.

“Meu foco é nos rapazes que estão vindo treinar todos os dias e se preparando para o próximo jogo porque eles merecem 100% da minha atenção”, completou. O Nottingham Forest fará sua primeira partida de Premier League desde 1999 em casa contra o West Ham no próximo domingo.

Copper disse que, com ou sem acesso, haveria muitas mudanças no Nottingham Forest por vários motivos. “Sabíamos que haveria mais mudanças do que o normal em um mundo ideal. Sendo honesto, gostaria de ter continuado com uma grande parte do time do ano passado, acrescentando onde achávamos que precisávamos para competir neste nível, mas esse nunca seria o caso”, disse.

“Não tínhamos escolha a não ser fazer várias mudanças que tínhamos que fazer e estamos continuando a fazer. Internamente, não é uma surpresa, é algo para o qual estamos prontos. Não é sempre simples o processo de trazer jogadores, mas estamos calmos e muito felizes com o que fizemos até agora. Ainda há um bom núcleo de jogadores ainda aqui, que fizeram parte do nosso sucesso ano passado e vamos continuar construindo em cima disso”, encerrou.

O Nottingham Forest contratou os goleiros Dean Henderson e Wayne Hennessey, os laterais Giulian Biancone, Omar Richards, Harry Toffolo e Neco Williams, o zagueiro Moussa Niakhaté, os meias Lewis O’Brien, Orel Mangala, Jesse Lingard e Brandon Aguilera e o atacante Taiwo Awoniyi. Os principais alvos parecem ser um meio-campista físico, um meia-atacante e um atacante.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo