Inglaterra

Longa vida ao rei: Kenny Dalglish é diagnosticado com coronavírus, mas sem sintomas

Kenny Dalglish, um dos maiores jogadores e técnicos da história do Liverpool, foi diagnosticado com coronavírus, segundo uma nota oficial publicada no site dos Reds. O ex-atacante de 69 anos não apresenta sintomas da COVID-19 e já estava em isolamento antes de fazer o teste.

[foo_related_posts]

De acordo com o Liverpool, Dalglish foi ao hospital para tratar uma infecção que exigia antibióticos intravenosos e, de acordo com os protocolos atuais, foi posteriormente testado para a COVID-19, embora não apresentasse nenhum sintoma. “Inesperadamente, o resultado foi positivo, mas ele permanece assintomático”, afirmou o clube.

“Ele pede que todos sigam as orientações do governo e dos especialistas nos próximos dias e semanas. E também gostaria de usar esta oportunidade para agradecer a brilhante equipe do Sistema Nacional de Saúde, cuja dedicação, bravura e sacrifício devem se o foco da atenção do país neste período extraordinário”, completou a nota.

Kenny Dalglish foi contratado do Celtic, em 1977, para substituir Kevin Keegan. Fez 172 gols em 515 jogos. Como jogador, conquistou cinco títulos ingleses e três europeus. Em 1985, assumiu também as funções de técnico, no lugar de Joe Fagan após a Tragédia de Heysel, e manteve a prateleira de troféus abarrotada com outras três ligas nacionais e a primeira Dobradinha da história do Liverpool.

Renunciou em 1991, estafado pelas repercussões de Hillsborough, e ainda conquistou a Premier League com o Blackburn, em 1994/95. Retornou para a diretoria do Liverpool em 2009 e teve mais uma passagem como treinador, conquistando a Copa da Liga, antes de se aposentar de vez.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo