InglaterraPremier League

Lloris segurou o Arsenal e mostrou que merece mais holofotes do que recebe

Raramente lembrado nas listas de melhores goleiros do mundo, Hugo Lloris há pelo menos duas temporadas se assentou de vez no Tottenham e constantemente faz boas partidas. Não que o francês merecesse menções em um top 3 ou mesmo top 5, mas certamente poderia ser mais citado do que acontece atualmente. Neste sábado, no empate por 1 a 1 entre Arsenal e Tottenham no Emirates, Lloris mais uma vez se destacou, com defesas importantes que ajudaram os Spurs a evitarem a derrota no Dérbi do Norte de Londres.

VEJA TAMBÉM: Chelsea mostra como Brasil não precisava ser Neymar-dependente na Copa

O clássico londrino não foi de muito brilhantismo. O Arsenal exerceu seu favoritismo de dono da casa e foi superior na totalidade do jogo – com um momentou ou outro de maior domínio do Tottenham -, mas poderia ter caprichado um pouco mais na hora da definição. Sobretudo porque, mesmo quando acertava o último passe, tinha pela frente o paredão Lloris. Das 16 finalizações dos Gunners, seis foram a gol, e apenas uma entrou. Nas outras cinco, os comandados de Arsène Wenger pararam no francês, que quando foi vazado não tinha o que fazer, já que Oxlade-Chamberlain pegou uma sobra de bola sozinho, em ótima posição, e fuzilou a rede.

No lance mais emblemático da ótima atuação que teve Hugo Lloris, o francês, mostrou reflexo e agilidade para cair ao chão, em cima da linha, e evitar o gol de cabeça de Mertesacker. O alemão aproveitou a boa estatura que tem, subiu mais alto que a defesa dos Spurs e chocou sua cabeça com a bola mirando a redonda para o chão. Tudo para dificultar a vida do goleiro, que ainda assim conseguiu buscar e, como confirmado pela tecnologia da linha do gol, evitar o tento do zagueiro.

Confira a defesa:

Talvez se estivesse em um time mais estável e com uma defesa mais sólida, hoje Lloris teria maior reconhecimento do que tem. Especialmente na temporada passada, com a bagunça que foi o Tottenham que tentava emplacar sua barca de contratações que veio após a venda de Bale, o goleiro teve à sua frente um setor defensivo pouco seguro, que resultou, por exemplo, em duas goleadas sofridas para o Liverpool. A situação não deu uma guinada completa na atual campanha, mas com Maurício Pochettino o time pelo menos parece estar indo a algum lugar. Nesse possível Tottenham mais sólido, Lloris tem mais chances de se legitimar entre os críticos.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo