Inglaterra

Liverpool foi oferecido a Bill Gates em 2010, mas ele nunca respondeu

Já imaginou Bill Gates dono do Liverpool? Os antigos donos do clube de Anfield Road tentaram fazer isso acontecer. Ou melhor: ofereceram a oportunidade de negócio para o bilionário americano, em 2010, quando estavam em processo de venda do clube.

LEIA TAMBÉM: Cissé encerra carreira prejudicada por lesões para se concentrar em ser DJ

O Liverpool foi vendido a Tom Hicks e George Gillet em 2007. Se os nomes te soaram familiares, talvez seja porque os dois estavam no fundo de investimento que fez uma parceria com o Corinthians em 1999, o Hicks, Muse, Tate & Furst, que prometeu, entre outras coisas, um estádio. Claro que nunca aconteceu. Os alvinegros só se livram do grupo de investimento em 2003.

Os dois entraram na vida do Liverpool em 2007, mas foi um desastre. O time chegou até a ficar perto da zona de rebaixamento e a situação financeira estava em tal calamidade que corria o risco de entrar em concordata e perder nove pontos na classificação. Depois de ficar em segundo na classificação da Premier League na temporada 2008/09, o time estava em 17º na primeira metade da temporada seguinte. Foi quando Rafa Benítez deixou o clube.

A decisão foi tomada em 2010 e escolheram a Barclay Capital para procurar compradores. A proposta foi feita ao co-fundador da Microsoft acabou revelada em um tribunal na Escócia. Em uma disputa judicial entre Mill Financial e o ex-co-proprietário do Liverpool, George Gillet, e o Banco Real da Escócia.

Martin Broughton, presidente do Liverpool na época, foi questionado se houve ao menos uma tentativa de entrar em contato com Bill Gates e Robert Kraft nos Estados Unidos na época. Ele respondeu ao tribunal: “Correto”. Ele explicou que a proposta feita aos americanos era parte de uma busca por compradores ao redor do mundo.

Segundo os autos do processo, que a Sky Sports do Reino Unido teve acesso, foram feitas duas ofertas para Robert Kraft, dono dos New England Patriots, que ganhou o Superbowl neste último domingo, mas as duas foram recusadas. Kraft foi procurado primeiro em 2005, depois em 2010, antes do Fenway Sports Group comprar o Liverpool.

Bill Gates, com uma fortuna estimada em 70 bilhões, nunca sequer respondeu às propostas feitas. Será que Bill não gosta muito de futebol?

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo