Inglaterra

Hughes afirma que deixou Robinho no banco para poupá-lo

O treinador do Manchester City, Mark Hughes, afirmou que começou com Robinho no banco, na derrota por 3 a 1 contra o Fulham no domingo, para poupar o brasileiro.

O jogador acabou entrando em campo no segundo tempo, mas pouco fez para evitar a derrota de seu time.

“Estou tentando proteger os jogadores”, disse Hughes após a derrota. “Robinho teve uma ótima primeira temporada, mas foi daqueles jogadores a carregar sozinho a equipe. Foi minha primeira chance de dar a ele um descanso.”

O atacante teve uma atuação indiferente em 2009, sem marcar em 14 jogos, após ter feito 12 gols em 19 partidas desde que entrou no City, vindo do Real Madrid.

Os torcedores gritaram “você não sabe o que está fazendo” para Hughes, quando, com o placar de 1 a 1, ele decidiu pôr em campo Ched Ebans no lugar de Valeri Bojinov, mantendo Robinho no banco.

Mas, com o time já sem vários jogadores importantes para o jogo de volta da Copa Uefa contra o Hamburg, na quinta-feira, Hughes insistiu que era certo esperar até a última meia-hora antes de colocar o brasileiro em campo.

“Eu sei a forma física de cada um dos meus jogadores”, acrescentou o treinador. “Então, quando as pessoas fazem esses comentários, talvez estejam sendo muito simplistas”.

Robinho estará entre os titulares para o jogo contra o clube alemão, e Shaun Wright-Phillips, Wayne Bridge e Vincent Kompany, que ficaram fora da partida contra o Fulham, devem estar no elenco também.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo