InglaterraPremier League

Guerra declarada: City vence e transforma clássico em final

O Manchester City segue mais vivo do que nunca no Campeonato Inglês. O clube venceu o Wolverhampton por 2 a 0 no Molineux Stadium e está a apenas três pontos do Manchester United. A diferença aumenta ainda mais as expectativas em torno do clássico, marcado para a próxima rodada, no Etihad Stadium. Ambas as equipes só dependem de suas forças para chegar ao título da Premier League.

Apesar do favoritismo dos visitantes, o Wolverhampton não se prenderam à defesa e assustaram logo aos dois minutos, em finalização para fora de Sebastien Bassong. Pouco depois, os Citizens responderam com Sergio Agüero chutando cruzado, com perigo. O equilíbrio nas ocasiões de gol se manteve até os 11 minutos, quando David Davis chutou da meia-lua e Joe Hart fez grande defesa.

Depois deste lance, a pressão foi toda do City em busca do gol inaugural. Samir Nasri saiu na cara do gol aos 15 minutos, mas acabou concluindo para fora, enquanto Agüero desperdiçou outro lance cinco minutos depois. Contudo, o argentino não perdoaria aos 23. Gaël Clichy fez grande jogada no meio de campo, driblando a marcação e deixando o artilheiro na cara do gol para fuzilar Dorus De Vries. O controle seguiu com os azuis até o intervalo, mas sem chances claras para marcar.

Na segunda etapa, os Wolves voltaram a recuperar seu espaço e equilibravam a posse de bola. A melhor chance veio aos dez minutos, em cabeçada de Steven Fletcher que Joe Hart teve trabalho para espalmar. Do outro lado, o City apresentava pouca criatividade ofensiva, panorama que só seria mudado aos 28 minutos.

Carlos Tevez mostrou-se mais uma vez decisivo ao time de Roberto Mancini, tendo responsabilidade total no segundo gol. Em cobrança de falta rápida, o argentino avançou pelo meio de campo e deu passe preciso para Nasri. No mano a mano com o goleiro, o francês bateu cruzado e guardou.

Pouco depois, Adam Johnson arrematou com perigo e exigiu boa intervenção do goleiro De Vries. O goleiro ainda fez um milagre aos 39, quando Richard Stearman quase marcou contra as próprias redes. Nos minutos finais, coube aos Citizens administrarem o placar e desfrutarem do triunfo.

Liverpool não se cansa dos vexames

Quem mais uma vez passou vergonha foi o Liverpool, que dominou o jogo todo contra o West Bromwich em Anfield Road e ainda assim saiu com a derrota, batido por 1 a 0. Em campanha decepcionante, os Reds ocupam a oitava colocação, com 46 pontos. Já os Baggies aparecem na 10ª posição, somente um ponto atrás.

O Liverpool iniciou seu bombardeio já na primeira etapa, mas falhava demais nas conclusões. Nas únicas vezes que o goleiro Ben Foster foi acionado, defendeu as finalizações de Dirk Kuyt e Luis Suárez. A pressão seguiu na segunda etapa e, aos cinco minutos, Jordan Henderson chegou a acertar a trave. E a punição veio a 15 minutos do fim, quando Youssuf Mulumbu serviu Peter Odemwingie, que dominou e, dentro da área, chutou rasteiro para vencer Pepe Reina.

Confira os jogos da 35ª rodada da Premier League:

Sábado, 21/abr
Arsenal 0x0 Chelsea
Aston Villa 0x0 Sunderland
Blackburn 2×0 Norwich
Bolton 1×1 Swansea
Fulham 2×1 Wigan
Newcastle 3×0 Stoke City
Queens Park Rangers x Tottenham

Domingo, 22/abr
Manchester United 4×4 Everton
Liverpool 0x1 West Bromwich
Wolverhampton 0x2 Manchester City

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo