InglaterraPremier League

Gol do Leicester no fim foi tão comemorado que a festa acabou registrada na escala Richter

O Leicester vive uma temporada dos sonhos, que se engrandece quando observamos o time na liderança da Premier League e também através dos capítulos individuais escritos até agora. Um deles, a vitória por 1 a 0 sobre o Norwich, com gol de Leonardo Ulloa aos 44 minutos do segundo tempo, no último dia 27, ficará registrado não apenas nos vídeos de lembrança da campanha, mas também na escala Richter. Isso mesmo: a festa com o tento do argentino foi tão grande no Estádio King Power que gerou um abalo sísmico.

VEJA TAMBÉM: A última vez que o Leicester sonhou com o título inglês: A história dos Reis do Gelo

Estudantes de geologia da Universidade de Leicester revelaram ao jornal The Sun que, no dia 27 de fevereiro, no exato momento em que Ulloa marcou o gol do triunfo sobre o Norwich, o equipamento de que dispõem para detectar abalos sísmicos registrou um pico. “Alguns dias depois de instalarmos o equipamento na universidade, estávamos analisando dados coletados e notamos grandes picos no sismograma durante partidas de futebol realizadas nas redondezas do estádio do Leicester City. Concluímos que nosso equipamento estava na verdade medindo pequenos terremotos, produzidos pela liberação repentina de energia dos torcedores do Leicester celebrando no momento em que um gol era marcado”, explicou Richard Hoyle, um dos alunos.

“Nosso maior sinal detectado até agora veio em 27 de fevereiro, quando o Leicester marcou o único gol do jogo aos 44 minutos do segundo tempo, e isso registrou uma magnitude 0,3. Claramente, os torcedores estavam muito tensos”, completou.

Para pôr em perspectiva, o Sun colocou o número em comparação com outros. O tremor gerado pela comemoração do gol de Ulloa foi equivalente ao da explosão de uma granada grande, mas ainda assim cerca de 1,5 bilhão de vezes mais fraco do que, por exemplo, o maior terremoto da história, registrado no Chile, em 1960, de magnitude 9,5.

Diante da atividade imprevista, os estudantes já se divertem com um pequeno desafio para os jogadores do Leicester: qual deles irá gerar o maior tremor no King Power nesta reta final de temporada que pode terminar com o título da Premier League? “Nossa aposta é no Vardy”, chuta Hoyle.

Relembre o gol de Ulloa:

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo