InglaterraPremier League

Foi a esperteza de Willian que encaminhou a vitória importante do Chelsea

Quando o Chelsea parecia imbatível, apareceu o Newcastle com uma lição de humildade dentro da mala para impor a primeira derrota dos comandados de José Mourinho no Campeonato Inglês desta temporada. E quando esses mesmos jogadores precisaram de uma resposta, depois de uma queda de rendimento na época do Ano Novo, o mesmo adversário serviu para mostrar que os azuis de Londres continuam fortes, graças à esperteza do brasileiro Willian, que abriu o caminho da vitória por 2 a 0.

LEIA MAIS: No aniversário de Hazard, assista aos melhores dribles do craque na temporada

O empate contra o Southampton e a derrota para o Tottenham, naquele eletrizante 5 a 3, foram suficientes para o Manchester City igualar os pontos do Chelsea na liderança da Premier League. O adversário seguinte pelo torneio era o Newcastle, passando por alguma turbulência depois de uma sequência de resultados ruins e da saída de Alan Pardew para o Crystal Palace. Ainda assim, um time complicado de enfrentar.

Os visistantes em Stamford Bridge confirmaram essa tese no primeiro tempo, e a partida estava equilibrada. Poucas chances de gol para os dois lados. Até Willian mostrar que além de habilidoso e muito rápido também é esperto. Cobrou rapidamente um escanteio curto para Ivanovic, que repassou a bola para Oscar fazer 1 a 0. O gol do alívio e da tranquilidade que permitiu ao Chelsea controlar o jogo. O segundo veio na etapa final, em boa trama de Hazard, completada por Diego Costa com a frieza de um cirurgião. Entrou em diagonal, armou o chute e soltou a perna no momento certo para acertar o canto de Tim Krul.

O adversário passa por um momento complicado, mas já se mostrou capaz de exibições maravilhosas, como contra o próprio Chelsea no primeiro turno. Foi uma demonstração de força do time de José Mourinho, uma pequena resposta. O português sabe que precisava administrar as pernas dos seus jogadores no final do ano, quando o calendário do futebol inglês coloca um jogo no Natal, um no Ano Novo, e mais um entre eles, caso alguém sinta saudade. A mensagem deste sábado é que o Chelsea começou a afundar o pé no acelerador novamente. Precisa só ter cuidado para não bater na parede.

Foto de Bruno Bonsanti

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo