Inglaterra

Fàbregas é acusado de cuspir no auxiliar técnico do Hull

A Federação Inglesa de Futebol está aguardando o posicionamento da arbitragem para decidir se tomará alguma atitude contra o capitão do Arsenal Cesc Fàbregas, após a acusação de que ele teria cuspido no auxiliar técnico do Hull, Brian Horton.

O treinador dos Tigers, Phil Brown, acusou o espanhol de cuspir nos pés de Horton na saída de campo para os vestiários do Emirates Stadium, após a vitória de 2 a 1 do Arsenal pelas quartas-de-final da FA Cup, na terça-feira.

“Estamos cientes das acusações, mas ainda aguardamos resposta do árbitro Mike Riley”, declarou um porta-voz da FA na quarta-feira.

O capitão do Arsenal negou veementemente as acusações. “Eu nego categoricamente que tenha cuspido em alguém após a partida”, disse Fàbregas, que não entrou em campo por estar com uma lesão no joelho, no site do clube. “Nunca fiz nada assim em toda a minha carreira nos gramados, então porque faria isso quando nem mesmo joguei?”

“Entendo a frustração de perder um jogo com um gol duvidoso, isso já me aconteceu diversas vezes na carreira também. Mas não é minha culpa ou de qualquer um dos jogadores do Arsenal” continuou o espanhol.

Brown afirmou que viu Fàbregas cuspir nos pés de seu auxiliar. “Eu estava lá e testemunhei a cena, ele cuspiu no meu assistente”, disse ele em coletiva de imprensa após a partida.

O treinador do Arsenal, Arsène Wenger, declarou que não presenciou nenhum incidente após o jogo. “Saí mais cedo e não vi nada”, disse ele.

Os comandantes das equipes não apertaram as mãos no final da tensa partida. Wenger acusou Hull de estar desperdiçando seu tempo “desde o primeiro minuto”, enquanto Brown ficou furioso com o gol de Gallas, que aparentava estar impedido, mas que foi validado pelo juiz.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo