InglaterraPremier League

De volta ao passado! Rosicky destrói e Arsenal sobe ao Top 4

Nos últimos tempos, Tomás Rosicky tornou-se um frequentador assíduo do departamento médico do Arsenal. Por conta de seguidas lesões, o tcheco permaneceu boa parte da temporada afastado do elenco. Entretanto, os problemas físicos de Jack Wilshere reabriram os espaços para o meio-campista no time titular dos Gunners. E Rosicky tratou de mostrar que ainda pode ser útil, definindo a vitória por 2 a 1 sobre o West Bromwich.

Em 10 partidas pelo clube nesta temporada, Rosicky havia marcado apenas um gol. Neste sábado, foram dois, calando a torcida em The Hawthorns. Além disso, o meia foi o jogador que mais chutou, o que mais deu passes para finalização e o quarto que mais tocou a bola. Uma atuação marcante e fundamental para os londrinos, que retomam a quarta colocação na Premier League, com 56 pontos – um a menos que o Tottenham e um a mais que o Chelsea, que disputou uma partida a menos.

Como de costume, o Arsenal tentou impor seu ritmo de jogo e dominar a posse de bola durante os primeiro minutos de jogo. No entanto, o West Brom teve a grande chance de abrir o placar. E Rosicky apareceu pela primeira vez para resgatar os Gunners. Claudio Yacob cabeceou no canto e o tcheco apareceu em cima da linha para afastar o perigo.

Já aos 20, Rosicky foi eficiente do outro lado do campo e marcou o primeiro gol da partida. Um dos mais ativos em campo, Gervinho fez ótima jogada pela direita e, depois de entortar o marcador, cruzou para o companheiro escorar de cabeça. Na sequência do primeiro tempo, os Baggies tentaram sair mais para o ataque, sem sucesso. Os Gunners permaneciam melhores e só não ampliaram porque Aaron Ramsey perdeu gol feito, após ótima jogada coletiva.

Logo no início da segunda etapa, o Arsenal partiu para cima e aumentou a vantagem aos cinco minutos. Rosicky apareceu na entrada da área para soltar a bomba e, depois do rebote de Ben Foster, conseguiu estufar as redes. Com tranquilidade, os londrinos administravam o triunfo. Até que Per Mertesacker cometeu pênalti em Shane Long e foi expulso.

Os 20 minutos finais do confronto foram de total pressão do West Brom, depois que James Morrison converteu a penalidade. Foram sete finalizações até o apito final. Porém, exceção feita a um chute de Romelu Lukaku que foi para fora, nada que tenha assustado Lukasz Fabianski.

Villa respira fora da zona da degola

No restante da rodada deste sábado, as emoções ficaram guardadas para a parte inferior da tabela. No Britannia Stadium, o Aston Villa conquistou vitória importantíssima sobre o Stoke City e deixou a zona de rebaixamento. Os visitantes buscaram o triunfo por 3 a 1 a partir dos 42 minutos do segundo tempo, quando Matthew Lowton e Christian Benteke tiraram a igualdade do placar. Os Villans chegam aos 33 pontos, em 16º, três posições atrás dos Potters.

Outro que respirou foi o Southampton, que anotou 2 a 0 para cima do Reading no Madjeski Stadium e chegou aos 37 pontos, em 11º. Jay Rodríguez e Adam Lallana fizeram os tentos dos Potters. Já os Royals, sem vencer há sete rodadas, agonizam na lanterna e dificilmente escaparão da Championship na próxima temporada.

Por fim, Norwich e Swansea empataram por 2 a 2 em Carrow Road. Michu abriu o placar para os galeses, Robert Snodgrass e Michael Turner viraram para os visitantes e Luke Moore definiu a igualdade. Estabilizados, os Swans ocupam a nona colocação, com 41 pontos, enquanto os Canaries ainda correm riscos, em 13º, com 35 pontos.

Confira os resultados da 31ª rodada da Premier League

Sábado, 6/abr
Reading 0x2 Southampton
Norwich 2×2 Swansea
Stoke 1×3 Aston Villa

Domingo, 7/abr
Liverpool x West Ham
Tottenham x Everton
Chelsea x Sunderland
Newcastle x Fulham
Queens Park Rangers x Wigan

Segunda-feira, 8/abr
Manchester United x Manchester City

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo