InglaterraPremier League

Às portas do acesso, técnico do Sheffield United invade o campo e comemora gol com peixinho

O acesso do Sheffield United à Championship, a segunda divisão do Campeonato Inglês, é apenas questão de tempo. As Blades lideram a League One com folga e poderiam ter confirmado a promoção nesta quarta, caso vencessem seu jogo e o Fleetwood Town perdesse. Os concorrentes não cumpriram o esperado, batendo o Oxford United, mas não impediram a comemoração pelo triunfo em Bramall Lane. O United derrotou o Coventry por 2 a 0 e só precisa ganhar no sábado, em sua visita ao Northampton Town, para carimbar o retorno à segundona após seis anos. A fase é tão boa que o técnico Chris Wilder já nem se aguenta mais.

O momento peculiar aconteceu na comemoração do gol de John Fleck, o segundo do Sheffield United. Os jogadores celebravam dando ‘peixinhos’ quando o próprio treinador invadiu o campo. Juntou-se à bagunça e também se jogou no chão. Logo voltou para a área técnica, mas sua empolgação não passou despercebida entre os torcedores. Os presentes nas arquibancadas de Bramall Lane começaram a cantar: “Chrissy Wilder, ele é um dos nossos!”.

Ex-defensor, Wilder iniciou a carreira profissional no Sheffield United, atuando pelo clube por seis anos. Nesta época, contribuiu para o retorno à primeira divisão em 1990. Depois disso, teria mais uma passagem pelas Blades como atleta, no fim da década. Já como treinador, assumiu os alvirrubros em maio de 2016. Logo em sua primeira temporada, devolve o sorriso para a torcida. Motivos para a homenagem não faltam.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo