Inglaterra

Arsenal vira com dificuldades e segue na disputa

O Arsenal sofreu durante a maior parte do jogo contra o Everton. Mas, por fim, a equipe de Arsène Wenger foi premiada pela insistência, virando o jogo e vencendo os Toffees por 2 a 1. O resultado fez com que os Gunners prosseguissem na segunda posição do Campeonato Inglês, com 49 pontos.

No Emirates, a equipe mandante somente chegou pela primeira vez ao gol quando o primeiro tempo já tinha 15 minutos. Robin van Persie deixou a bola, de calcanhar, com Cesc Fàbregas. Todavia, o espanhol chutou longe do gol, perdendo uma boa chance.

Entretanto, em lance irregular, os Gunners ficaram em desvantagem. Aos 24 minutos, Seamus Coleman lançou a bola para Louis Saha. Em posição de impedimento, o atacante francês chutou colocado e deixou os Toffees na frente, em pleno Emirates.

E o time de David Moyes quase conseguiu ampliar, no final do primeiro tempo. Aos 38, Phil Neville fez passe longo, e Leighton Baines ajeitou, de cabeça, para Dinyar Bilyaletdinov. E o russo completou, para boa defesa do goleiro Wojciech Szczesny.

Na segunda etapa, o Arsenal rapidamente começou a buscar o empate. Logo aos quatro minutos, Tomas Rosicky arriscou chute de fora da área, mas a bola passou longe do gol de Tim Howard. E, aos sete, Gaël Clichy arrematou, e a bola desviou em Sylvain Distin, resultando em escanteio. Na cobrança, Johan Djourou mandou por cima do gol.

A pressão tornou-se mais forte à medida que o jogo avançava. Aos 17, Andrey Arshavin, que acabara de substituir Rosicky, passou a Van Persie. Mas, de voleio, o holandês chutou para fora.

Até que, aos 25, finalmente o gol esperado chegou. Fàbregas levantou a bola para a área. Tentando rebater, Jack Rodwell acabou deixando à feição para Arshavin, que chutou e empatou o jogo.

A insistência do time de Arsène Wenger, então, tornou-se mais frenética ainda. Aos 27 minutos, Nicklas Bendtner tentou uma bicicleta, na área, após falha da defesa dos Toffees, mas Howard defendeu. E, aos 29, Van Persie cobrou falta, e exigiu que Howard espalmasse para fora.

E, no escanteio seguinte à falta, veio a virada, aos 31 minutos. A cobrança foi feita, e Laurent Koscielny subiu, de cabeça, sem marcação, mandando para as redes e fazendo 2 a 1.

Ainda houve um momento de perigo, aos 43 minutos, quando Rodwell tentou chutar da entrada da área, mas foi evitado por Djourou. E o Arsenal se aliviou, com uma difícil vitória.

Confira os jogos da 25ª rodada do Campeonato Inglês:

Terça-feira, 1/fevereiro
Sunderland 2×4 Chelsea
Arsenal 2×1 Everton
Manchester United 3×1 Aston Villa
West Bromwich 2×2 Wigan

Quarta-feira, 2/fevereiro
Birmingham x Manchester City
Fulham x Newcastle
Blackburn x Tottenham
Blackpool x West Ham
Liverpool x Stoke
Bolton x Wolverhampton

Clique aqui e veja os próximos jogos e a classificação da Premier League.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo