InglaterraPremier League

Após se lesionar, goleiro veterano encerra contrato para não tirar dinheiro do clube que ama

Depois de 13 anos, Paddy Kenny estava de volta ao Bury. Rodado na Premier League e na Championship, o ex-goleiro da seleção irlandesa resolveu retornar ao clube no qual se projetou. O arqueiro de 37 anos estava parado desde a última temporada, quando defendeu três equipes diferentes. E, por isso mesmo, assinou contrato de apenas sete semanas com os Shakers, até o final do primeiro turno da terceira divisão. Contudo, Kenny se lesionou em seu 13º dia de trabalho. E tomou uma decisão inesperada para não onerar o clube.

Após sofrer uma contusão na panturrilha, Kenny pediu para ser desligado do Bury. Preferia não receber seu salário semanal, pois não achava justo continuar ganhando sem sequer ter conseguido trabalhar direito. Contou com a compreensão da diretoria, e também com os aplausos de seus companheiros nos Shakers.

“Ele não queria tirar dinheiro do clube que ama. Não se sente bem em ganhar agora que está lesionado. É realmente incrível que ele queira cancelar o contrato. Ele teria o dinheiro garantido, mas disse que não poderia receber, o que é uma circunstância única”, afirmou o técnico do Bury, David Flitcroft.

Obviamente, a atitude de Kenny é uma grande exceção, e ele abriu mão de um direito que teria como funcionário. No entanto, não deixa de ser um gesto de nobreza. Depois de mais de 150 partidas pelo Bury em sua primeira passagem, que durou quatro temporadas, o goleiro demonstra como o clube o marcou.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo