Erling Haaland não precisou de muito tempo para anunciar suas credenciais à Alemanha. Logo na estreia, contra o Augsburg, saiu do banco de reservas e anotou uma tripleta na virada do Borussia Dortmund. No jogo seguinte, também foi substituto e marcou mais duas vezes. Com cinco gols em menos de uma hora em campo, ele foi eleito o jogador do mês de janeiro na Bundesliga.

O prêmio concedido em parceria com o FIFA 20 considera os dados individuais dos jogadores e depois há uma votação entre torcedores e especialistas. E eles consideraram que os 34 minutos contra o Augsburg e os 25 diante do Colônia, nos dois primeiros jogos de Haaland pelo Dortmund, foram suficientes.

“É legal, significa que estou fazendo algo certo aqui no Dortmund. Estou aqui há apenas um mês, mas quando meus companheiros são bons, fica fácil. No segundo que joguei com Jadon (Sancho), Marco (Reds), Thorgan (Hazard), simplesmente encaixou. É assim com jogadores de primeira linha”, disse Haaland, ao site da Bundesliga.

Sua forma não piorou em fevereiro, com mais dois gols diante do Union Berlim e outro contra o Eintracht Frankfurt, na última sexta-feira. Com oito tentos no total, ele já está em nono na tabela da artilharia da Bundesliga nesta temporada, ao lado de Alassane Pléa, Nils Petersen e Sebastian Andersson. Tendo jogado apenas cinco vezes.

“É impossível pará-lo. É fantástico, para um treinador, ter um jogador como ele”, comemorou Lucien Favre, que conta com os gols de Haaland para enfrentar o Paris Saint-Germain, nesta terça-feira, no jogo de ida das oitavas de final da Champions League.

.