Ligue 1

Tottenham se livra de um problema e Ndombélé volta por empréstimo ao Lyon, para ocupar o lugar de Bruno Guimarães

Ndombélé vinha sendo vaiado pela torcida e a melhor solução era a sua saída, que ainda pode render €65 milhões aos Spurs

Quando Tanguy Ndombélé acertou sua transferência ao Tottenham em 2019/20, por €60 milhões, parecia um bom acerto do clube. O valor era alto, mas o meio-campista exibia um ótimo dinamismo em campo pelo Lyon e também potencial de crescimento. Depois de dois anos e meio, a saída do francês faz os torcedores dos Spurs soltarem fogos no norte de Londres. Entre erros constantes e falta de entrega, Ndombélé se tornou um dos jogadores mais odiados da história recente do clube. Faz as malas de volta ao Lyon, inicialmente por empréstimo que custa €1,42 milhões, mas os Gones terão opção de comprar em definitivo por €65 milhões. É um retorno para casa na tentativa de encontrar seu futebol.

Ndombélé surgiu no Amiens e chegou ao Lyon em 2017/18. Foram duas temporadas em alto nível com os Gones, se provando um jogador de muita presença no meio-campo e também capacidade na criação com seus passes longos. O sucesso no clube inclusive abriu as portas na seleção principal da França e o jovem figurou nas convocações a partir do segundo semestre de 2018. Assim, parecia fazer bastante sentido a aposta do Tottenham naquele momento. Jean-Michel Aulas, que costuma ser bastante inflexível nas negociações, tirou uma fortuna dos Spurs para vender seu pupilo.

Porém, Ndombélé simplesmente não aconteceu em Londres. Seriam 91 partidas com o Tottenham, com seis gols e cinco assistências, mas poucos momentos em que a torcida realmente acreditou em seu potencial. O começo seria ótimo, com gol diante do Aston Villa e assistência contra o Manchester City, mas aos poucos o nível caiu e as lesões se tornaram constantes. O novato terminaria a Premier League 2019/20 no banco. José Mourinho até pareceu capaz de tirar um pouco mais do volante em 2020/21, quando ele participou do bom início dos Spurs na temporada. Caiu com o resto do time e a relação não se curou mais.

Antonio Conte passou a relegar Ndombélé ao banco e a cisão com a torcida ficava clara pelas vaias, respondidas com desinteresse pelo atleta. Os problemas do Tottenham são muitos nesta temporada, mas o francês parecia causar mais um por seu descompromisso. A gota d’água aconteceu na Copa da Inglaterra, quando o meio-campista foi vaiado massivamente ao sair de campo contra o inexpressivo Morecambe, da terceira divisão. Neste momento, teria solicitado sua transferência.

Ndombélé chega ao Lyon com tempo para se reerguer, aos 25 anos. Conhece boa parte dos companheiros, mas também se soma ao time num momento ruim, em que os Gones precisam melhorar seu desempenho depois de um primeiro semestre morno. Também não terá uma missão tão fácil para preencher a lacuna deixada por Bruno Guimarães, vendido ao Newcastle. O brasileiro é um jogador de mais qualidade técnica e também mais ligado no jogo. Ndombélé ainda precisa recuperar o seu melhor ritmo para contribuir.

Ndombélé não é a única novidade do Lyon neste fechamento de mercado. O clube também contratou o meia Romain Faivre por €15 milhões. O francês de 23 anos despontou na filial do Monaco, até ser comprado pelo Brest na temporada passada. O jovem foi bem na Ligue 1 2020/21 e se destaca ainda mais na atual campanha, com sete gols e cinco assistências em 21 partidas. Dono de boa capacidade técnica, será mais um impulso para a campanha errante da equipe dirigida por Peter Bosz.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo