Ligue 1

PSG atropelou o Lyon mesmo fora de casa para retomar a liderança da Ligue 1

O PSG tinha a chance de assumir a liderança da Ligue 1 neste domingo, mas para isso teria uma missão difícil: vencer o Lyon fora de casa. Isso na teoria, porque na prática, os parisienses atropelaram, venceram por 4 a 1 e assumiram a ponta da tabela. Kyliam Mbappé, com dois gols, continua brilhando, é o artilheiro do Campeonato Francês e é o líder técnico do time sem Neymar.

Logo a cinco minutos de jogo, Mbappé apostou corrida pela ponta esquerda com a defesa do Lyon, ganhou e cruzou para a área, rasteiro, em direção a Moiase Kean, que finalizou de primeira e obrigou o goleiro Anthony Lopes a uma boa defesa.

Pouco depois, foi a vez do Lyon chegar bem ao ataque, em um lance que acabou em finalização de Lucas Paquetá, mas o brasileiro bateu muito fraco, o que facilitou a vida do goleiro Keylor Navas.

Em um bombardeio do PSG, saiu o primeiro gol. Kean caiu pela direita, cruzou para a área, Marco Verratti recebeu pelo meio e finalizou em um voleio, a bola tocou na defesa e sobrou para Mbappé, que dominou e chutou. A bola passou por baixo de Lopes: 1 a 0, aos 16 minutos. Foi o 19º gol do camisa 7 na Ligue 1.

Depois de dois cruzamentos para a área, Kimpembé cruzou, Marquinhos ajeitou e Danilo fuzilou para apliar o placar para 2 a 0. Foi o placar do primeiro tempo no Groupama Stadium.

Já no segundo tempo, Ángel Di María cobrou falta para a área, a bola enganou todo mundo, pingou e Anthony Lopes bobeou, deixando a bola entrar: 3 a 0 para os visitantes. As coisas complicariam mais ainda minutos depois, porque Mbappé, mais uma vez em velocidade, foi para cima, dominou e bateu para marcar 4 a 0. Goleada em Lyon com apenas sete minutos do segundo tempo. Com quase um tempo inteiro a ser disputado, o jogo já estava decidido.

O time da casa conseguiu reduzir um pouco o placar e ao menos tirar o zero do seu lado. Slam Slimani tabelou e, de fora da área, acertou um bom chute cruzado, no canto, para vencer o goleiro Keylor Navas, aos 17 minutos.

O brasileiro Neymar voltou a ser relacionado, mas começou no banco e nem foi necessário para construir a vitória. O camisa 10 só entrou quando o placar já marcava 4 a 1, aos 25 minutos do segundo tempo.

O Lyon ainda conseguiu um segundo gol. Em um belo lançamento de Rayan Cherki para Maxwel Cornet, que avançou e tocou para o fundo da rede: 4 a 2. Eram 36 minutos e o Lyon tentava o que, mesmo com uma melhora grande, ainda seria um milagre.

O jogo teve algum perigo para o PSG, mas durou pouco. O Lyon logo arrefeceu a sua pressão e os parisienses, experientes, passaram a controlar mais o jogo e gastar o tempo para que as coisas não saíssem dos trilhos.

Uma vitória categórica do Paris no dia que assume a liderança para tentar mais um título francês, algo que é sempre importante no projeto do clube. Com o bom nível de futebol apresentado e a volta de Neymar, o PSG retoma o posto que era seu no começo da temporada de time a ser batido na França. O Lyon segue em terceiro na tabela, com 60 pontos, três atrás do PSG e do Lille.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo