Ligue 1

No duelo de prodígios, Mbappé superou Lafont e manteve o Monaco no topo da Ligue 1

A rodada deste sábado na Ligue 1 se abriu como o embate entre duas das maiores promessas do futebol francês. Por tudo o que tem feito com o Monaco, Kylian Mbappé dispensa apresentações. Mas teria pela frente um desafio e tanto contra o Toulouse. Dono da meta do Téfécé, Alban Lafont é semanas mais jovem que o atacante alvirrubro. Nascido em Burkina Faso e convocado às seleções de base da França, o novato assumiu a titularidade na temporada passada (estreando aos 16 anos, um recorde para a sua posição) e vem se colocando entre os melhores goleiros do campeonato. Na visita ao Louis II, ele dificultou bastante a vida dos monegascos. Entretanto, acabou superado pelo outro precoce em campo: Mbappé anotou o gol que concretizou a virada, encerrada em 3 a 1, mantendo o Monaco na liderança da competição.

Lafont começou a partida como o grande protagonistas. Ia acumulando ótimas defesas e parando o temido ataque do Monaco. Segurou o placar zerado no primeiro tempo e permitiu que seus companheiros abrissem a contagem no início da segunda etapa, com Ola Toivonen aproveitando uma furada de Jemerson dentro da área. Entretanto, a reação dos anfitriões não demoraria a vir. Em lance no qual o prodígio teve pouco a fazer, após defesaça que cedeu cobrança de escanteio, Kamil Glik empatou para o time de Leonardo Jardim.

Na sequência da partida, Lafont voltou a aparecer, rebatendo uma bola à queima-roupa de Radamel Falcao García. No entanto, as diferenças entre a vida de um goleiro e a de um atacante ficaram claras aos 19 minutos. Lafont, que vinha pegando tudo, errou em uma saída de jogo e entregou a bola para Bernardo Silva. Mbappé, apagado até então, teve sua primeira chance de fuzilar. Acertou um ótimo chute entre a trave e o arqueiro, que acabou aceitando. O suficiente para o artilheiro receber elogios, chegando a 18 tentos nas últimas 18 partidas. Pouco depois, caberia a Thomas Lemar fechar a conta, arrematando linda trama coletiva dos anfitriões.

O Monaco chega aos 83 pontos na Ligue 1, três a mais que o Paris Saint-Germain – que, embora tenha o mesmo número de jogos, ainda entra em campo neste final de semana, com parada duríssima ao visitar o Nice no domingo. Por mais que a goleada na semifinal da Copa da França tenha sido dolorosa, os alvirrubros tomaram uma decisão acertada ao preservar seus titulares para a liga. São oito vitórias consecutivas na competição, além de uma invencibilidade que já dura 18 rodadas.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo