Ligue 1

Monaco sofreu contra o Toulouse, mas iniciou a defesa de seu trono vencendo de virada

Campeão francês acumulando marcas expressivas e semifinalista da Liga dos Campeões, o Monaco foi uma das equipes a apresentar futebol mais vistoso na temporada passada. Por isso mesmo, as expectativas para a estreia do time de Leonardo Jardim nesta sexta eram altas, abrindo a nova edição da Ligue 1. E por mais que os alvirrubros tenham sofrido um bocado para derrotar o Toulouse, conseguiram buscar a virada por 3 a 2 no Estádio Louis II. Vitória que teve participação decisiva de alguns brasileiros do elenco, além da preocupação com Kylian Mbappé.

VEJA TAMBÉM: Encabeçadas por Tielemans, quem são as apostas do Monaco para manter o sucesso

Leonardo Jardim manteve a sua base campeã no time titular. As únicas novidades na escalação foram mesmo para ocupar as lacunas dos jogadores vendidos: Jorge, Ronny Lopes e João Moutinho nas vagas deixadas por Benjamin Mendy, Bernardo Silva e Tiemoué Bakayoko. Mesmo assim, os alvirrubros demoraram um pouco para pegar no tranco. Aos seis minutos, o Toulouse abriu o placar. Cobrança de escanteio ensaiada, na qual a zaga cochilou e Zinedine Machach acertou belo chute. Dominando a posse de bola e pressionando, ao menos os monegascos buscaram o empate antes do intervalo, com Jemerson concluindo o escanteio cobrado por Moutinho.

Logo no início da segunda etapa, aos oito minutos, o Toulouse deu mais um susto. Erro de Djibril Sidibé, que abriu o caminho para Andy Delort chutar da entrada da área e retomar a vantagem aos visitantes. No entanto, o jogo aéreo seria a chave para a reação do Monaco. O novo empate saiu quatro minutos depois. Kylian Mbappé fez linda jogada individual e, com um passe magistral de letra, deixou Jorge livre. O lateral cruzou para Falcao escorar. Já a virada se consumou aos 25, em mais uma bola parada com João Moutinho, desta vez para Kamil Glik desviar.

Ao final, o momento mais importante aconteceu além da bola rolando. Mbappé sentiu lesão e pediu para ser substituído. Preocupação grande, em um momento no qual discute-se o interesse do prodígio em se transferir para outro clube – e, assim, garantir mais alguns milhões aos cofres do principado. Além disso, houve espaço para os garotos Youri Tielemans e Allan Saint-Maximin saírem do banco. Caras novas de um Monaco que possui um desafio ainda maior para o bicampeonato, mas ao menos já somou seus primeiros três pontos.

Para conferir as escalações dos times e as estatísticas do jogo, clique aqui.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo