Ligue 1

Messi brilha em mais um triunfo do PSG contra o Lyon

Craque fez o único gol do jogo e levou muito perigo ao gol de Anthony Lopes

Ninguém se surpreende mais com a notícia de que o PSG venceu o Lyon no clássico da rodada pela Ligue 1. A surpresa na verdade é com o placar: apenas 1 a 0, com gol de Lionel Messi aos cinco minutos, neste domingo (18), no Groupama Stadium.

O clássico foi resolvido rapidamente, em jogada de bastante entrosamento entre as estrelas do time parisiense. As jogadas rápidas e com trocas de passes em ritmo acelerado viraram uma marca do trabalho de Christophe Galtier. Esse novo PSG parece ainda mais sedento por gols. Mas nem sempre eles acontecem.

É uma forma de criar espaços na defesa em poucos segundos. O gol começou com Kylian Mbappé driblando e procurando profundidade, passou por Marco Verratti, caiu em Messi, que tabelou com Neymar. Na devolução, Messi já tinha se movimentado para o meio da área, onde recebeu de Neymar e bateu de primeira, tirando do goleiro. Não há sistema defensivo que suporte tanta movimentação e inteligência. Messi comandou o ataque e criou as melhores chances, chutando outras quatro vezes no gol de Anthony Lopes. Mbappé e Neymar não causaram tantos problemas até o apito final e terminaram a rodada com números discretos.

O problema é que, com tanta gente grande, um jogo modorrento da Ligue 1 acaba virando desinteressante depois de algum tempo. O mesmo PSG que amassava, perdeu intensidade e arrefeceu, dando espaço ao Lyon. Do lado de Peter Bosz, faltam jogadores de nível exemplar. Depender de Alexandre Lacazette e Corentin Tolisso é muito pouco para quem acabou de perder Lucas Paquetá. E mesmo que quisessem, os Gones não conseguiriam competir com os parisienses em termos normais.

O placar só permaneceu assim por falta de competência do PSG. Competência ou apetite, em 90 minutos. O time que gostava de acelerar também tem a tendência de cochilar em campo. Sorte do Lyon.

Mas a tabela não mente: a equipe de Galtier lidera de maneira invicta, após o tropeço do Marseille diante do Rennes (Matteo Guendouzi fez um gol contra e outro a favor). Enquanto isso, os Gones perdem o rival de vista e vão ficando para trás, em sexto. Sinais de uma liga monopolizada pelas cifras de Paris.

Standings provided by
Foto de Felipe Portes

Felipe Portes

Felipe Portes é zagueiro ocasional, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes
Botão Voltar ao topo