Ligue 1

Mbappé e Messi brilham em amistoso de luxo do PSG contra o Montpellier

Com título já conquistado e o adversário sem brigar por nada, o PSG foi até a casa do Montpellier e venceu com grande atuação de Mbappé e Messi

A Ligue 1 virou só um amistoso para o PSG e nesta penúltima rodada, o time visitou o Montpellier e goleou por 4 a 0, com grande atuação de Kylian Mbappé e Lionel Messi. Com uma vantagem grande de 3 a 0 já no primeiro tempo, o time nem precisou fazer uma partida sensacional para conseguir vencer bem.

Neymar nem foi relacionado para a partida, machucado, assim como Mauro Icardi, Julian Draxler, Leandro Paredes e Presnel Kimpembé, este suspenso. Logo aos seis minutos, em uma boa jogada de Mbappé, Lionel Messi tocou colocado no canto. Aos 20, Mbappé achou Messi na cara do goleiro e o argentino driblou o arqueiro para colocar na rede e abrir 2 a 0. Aos 26, depois de nova jogada de Mbappé, a bola sobrou para Ángel Di Maria, que encheu o pé para marcar 3 a 0. No segundo tempo, Mbappé, de pênalti, fechou a conta em 4 a 0.

Uma das coisas que chama a atenção na temporada é que Lionel Messi, a estrela contratada pelo PSG, tem números incrivelmente baixos para o patamar que alcançou. O jogador, de 34 anos, marcou apenas 11 gols em 33 jogos nesta temporada, sendo seis na Ligue 1 e cinco na Champions.

A Ligue 1 terá a sua última rodada no dia 21, próximo sábado, e o PSG jogará em casa, no Parque dos Príncipes, contra o Metz. Há muita expectativa que pode ser a última partida de Mbappé com a camisa do clube, mas a diretoria dos parisienses ainda tem esperanças de conseguir persuadi-lo a renovar o vínculo.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo