Ligue 1

Em protesto contra a péssima fase do time, a torcida do Saint-Étienne fez uma chuva de sinalizadores e atrasou a partida em uma hora

Saint-Étienne ainda não venceu na Ligue 1 e ocupa a lanterna, gerando muita insatisfação entre os torcedores

O início da temporada na Ligue 1 tem sido bastante conturbado nas arquibancadas. Não foram poucos os incidentes envolvendo as torcidas francesas, com a reabertura dos estádios no país. E mais um episódio tenso aconteceu nesta sexta-feira, no Estádio Geoffroy Guichard. Insatisfeita com o péssimo início da equipe no campeonato, a torcida do Saint-Étienne simplesmente não deixou o jogo contra o Angers começar. Foram diversos sinalizadores atirados no gramado, que acabaram atrasando o pontapé inicial do embate. Apesar de toda a confusão, a partida ainda rolou e, com um gol no finalzinho, os Verdes arrancaram o empate por 2 a 2 – que ainda não os tira da lanterna.

A semana já tinha sido tensa em Saint-Étienne. Torcedores do clube protestaram contra o técnico Claude Puel e exigiram sua demissão imediata. Em consequência, o principal grupo de ultras dos Verdes boicotou o jogo contra o Angers. Mesmo assim, os problemas aconteceram. Durante a entrada dos times em campo, torcedores vaiaram bastante e alguns tentaram invadir o gramado. Sinalizadores foram lançados aos montes, queimando as redes dos gols. Além disso, faixas foram exibidas nas arquibancadas para criticar Puel, os jogadores e os dirigentes.

Diante do clima tenso, a arbitragem pediu que os times voltassem aos vestiários. O policiamento atrás dos gols também foi reforçado, para evitar novos problemas. A tropa de choque esteve presente no estádio. A organização da partida cogitou até mesmo o adiamento. Contudo, depois que as redes foram trocadas, o pontapé inicial aconteceu cerca de uma hora depois do horário marcado. O Saint-Étienne seguiu sem corresponder em campo.

O início do jogo até pendeu ao Saint-Étienne, mas o Angers abriu o placar aos 28 minutos. Sofiane Boufal cobrou falta e Ismaël Traoré completou de cabeça. No início do segundo tempo, os visitantes ainda ampliaram com Angelo Fulgini, que tabelou e bateu cruzado. O Saint-Étienne pelo menos apaziguou um pouco a revolta com sua reação. Wahbi Khazri descontou na sequência, com um belo gol de falta. Já aos 49, no último minuto dos acréscimos, saiu o empate dos Verdes. Após uma cobrança de escanteio, a equipe insistiu, até que Saidou Sow cruzasse para Mickael Nadé concluir de cabeça.

O Saint-Étienne ainda não venceu na Ligue 1. São 11 partidas com cinco empates e seis derrotas. Os Verdes tomaram 25 gols e só anotaram 11. Ainda assim, o time está a um ponto de alcançar a zona dos playoffs contra o rebaixamento. Já o Angers faz uma boa campanha e ocupa o quarto lugar, com 17 pontos.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo