Ligue 1

Depois de seis meses sem clube, Ben Arfa ganha uma ótima nova chance com o voto de confiança do Lille

Aos 34 anos, Ben Arfa tentará recuperar no Lille o bom futebol apresentado por Nice e Rennes

Qualidade com a bola nos pés nunca foi problema para Hatem Ben Arfa. O atacante sempre foi considerado entre os mais talentosos de sua geração na França. A indisciplina e as oscilações, no entanto, atravancaram bastante a sua carreira. Aos 34 anos, o veterano passou os últimos seis meses sem clube, depois de deixar o Bordeaux sem tantos feitos. No entanto, o recomeço do camisa 11 parece ótimo às suas condições. Nesta quarta-feira, ele assinou com o Lille e reforçará os Dogues nos próximos seis meses, pelo menos. Terá a chance de disputar a Champions League depois de cinco anos longe do torneio.

Ben Arfa surgiu numa das seleções de base da França mais aclamadas. Era companheiro de Karim Benzema e Samir Nasri, na equipe que foi campeã europeia sub-17. Logo cedo despontou como uma grande promessa no Lyon e também teria seu destaque no Olympique de Marseille, conquistando a Ligue 1 por ambos os clubes. Porém, não estourou como muitos apostavam e a transferência para o Newcastle indicava certa estagnação. Apesar disso, o camisa 11 teve seus momentos de destaque em St. James’ Park no início da década passada.

Depois de uma rápida passagem pelo Hull City, Ben Arfa retornou para a França em 2015/16. Seria um dos melhores jogadores da Ligue 1 com a camisa do Nice. As expectativas ao seu redor voltavam a crescer, a ponto de ganhar a chance de sua carreira no Paris Saint-Germain. Porém, seria um nome esquecível na constelação parisiense e logo depois seguiria para o Rennes. Foi bem por lá, como um dos destaques do time que levou a Copa da França em 2018/19. Desde então, passou longe do sucesso.

Ben Arfa defendeu o Valladolid em 2019/20, mas mal entrou em campo. Logo depois voltaria para a França e defendeu o Bordeaux na temporada passada, também com um desempenho fraco. Natural que muitos clubes não quisessem arriscar na contratação do veterano de 34 anos, dada sua idade avançada e o histórico de falta de comprometimento. O Lille, no entanto, dá um voto de confiança. Para o atacante, parece uma excelente chance de escrever um bom final à sua carreira.

O Lille negociou jogadores importantes no setor ofensivo durante as últimas semanas. Jonathan Ikoné foi contratado pela Fiorentina e, nesta quarta, Yusuf Yazici teve seu empréstimo oficializado pelo CSKA Moscou. Os Dogues já tinham buscado um novo ponta direita com a compra de Edon Zhegrova junto ao Basel. Agora, realiza um negócio de conveniência com Ben Arfa. É um jogador que não custa muito aos cofres e que, por qualidade, tem sua chance de vingar. Mas não será uma aposta tão custosa, num momento em que os atuais campeões franceses passam longe de disputar a nova taça.

Depois de um início de temporada ruim, o Lille dá sinais de recuperação nas últimas semanas. Consegue emendar resultados melhores na Ligue 1 e vai enfrentar o Chelsea nas oitavas de final da Champions League. A esta altura, o que vier é lucro para os Dogues, embora a classificação para a Liga Europa ou para a Conference League pareça possível no Francesão. Ben Arfa chega nesse contexto, quem sabe para adicionar um pouco de sua habilidade na guinada dos Dogues.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo