Ligue 1

Bicicleta de Jemerson e rugido de Falcao: o Monaco arrasa o Dijon fora de casa

O Monaco se consagrou campeão francês na temporada passada com um ataque arrasador. Depois de uma vitória maluca por 3 a 2 na estreia no Campeonato Francês, o time mais uma vez mostrou força no ataque. Vitória por 4 a 1 sobre o Dijon, fora de casa, e mais uma vitória para a conta dos monegascos. Desta vez, com um rugido de Falcao García, capitão e centroavante do time. Foram três gols do colombiano, além de um golaço de bicicleta de Jemerson.

LEIA TAMBÉM: Sneijder explica o que o levou ao Nice: liga de alto nível, seleção da Holanda e sonho de título

O Dijon, é verdade, é um dos times mais fracos da Ligue 1. O que não tira o mérito do Monaco, que foi até o estádio Gaston-Gérard, com 14.295 pessoas, e dominou desde o início. Aos três minutos, cobrança de escanteio para a área, o zagueiro Kamil Glik desviou de cabeça e Falcao, quase embaixo do gol, completou para as redes: 1 a 0.

Depois, aos 25 minutos, foi a vez de outro gol de escanteio. Agora, João Moutinho cobrou do lado esquerdo e Jemerson, de bicicleta, marcou um golaço: 2 a 0. Depois, veio um golaço. Adamma Diakhaby tocou para Falcao, que chutou colocado, por cima do goleiro e no ângulo, em um chute lindo de ver: 3 a 0 para os monegascos.

O Dijon ainda conseguiu diminuir aos 43 minutos. Lançamento longo da defesa para o ataque, de Romain Amalfitano para Wesley Said. Só que o placar seria definido ainda no início do segundo tempo. Eram seis minutos quando Thomas Lemar cobrou escanteio e Falcao, de cabeça, marcou o seu terceiro na partida: 4 a 1.

A briga na França promete ser intensa pela ponta, com o Paris Saint-Germain forte dos últimos anos ainda mais reforçado por Neymar. E ainda há rumores sobre o interesse do time de Paris por Mbappé e também por Fabinho, dois jogadores do Monaco. A disputa deve esquentar – dentro e fora de campo.

Veja as escalações e as estatísticas da partida.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo