França

Domenech teme o frio ucraniano na última rodada

O técnico da seleção francesa, Raymond Domenech, vê o frio de Kiev como fator preocupante para a partida contra a Ucrânia, dia 21 de novembro, pela última rodada do grupo B das eliminatórias da Eurocopa-2008.

“Quando você vê o que aconteceu com a Inglaterra ontem na Rússia, há motivos para se preocupar”, comentou Domenech em declaração a jornalistas nesta quinta-feira. “É uma pena que o clima não seja considerado na tabela. Vamos jogar com, talvez, até 15 graus negativos. Não são as melhores condições”.

Domenech se referia à derrota da Inglaterra por 2 a 1 para a Rússia, na fria Moscou, no gramado sintético do estádio Luzhniki. O resultado comprometeu seriamente as chances de classificação dos ingleses.

Após o sorteio dos grupos das eliminatórias, as federações nacionais têm um prazo para entrar em acordo sobre a tabela. No grupo B, no entanto, não houve acordo, e a tabela foi definida por sorteio pela Uefa.

A França assumiu a liderança da chave com a vitória por 2 a 0 sobre a Lituânia, quarta-feira, aproveitando-se da derrota da Escócia por 2 a 0 para a Geórgia. Os Bleus têm 25 pontos, contra 24 da Escócia e 23 da Itália, que tem um jogo a menos.

A equipe de Domenech pode até chegar classificada à partida contra a Ucrânia, que já está eliminada. Para isso, basta que a Itália derrote a Escócia no dia 17 de novembro, em Glasgow. Caso contrário, a França precisará de pelo menos um ponto.

O treinador, no entanto, prometeu jogar para vencer os ucranianos, e ainda alfinetou os italianos: “Não somos a Itália. Jogamos todas as partidas para vencer. De qualquer forma, temos nosso destino nas mãos. Se eu tivesse de apostar dinheiro no resultado de Glasgow, apostaria no empate”.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo